Lei de Koscheck: jamais dê as costas após trocar desaforos

Share it

O UFC 113, intitulado “Machida vs. Shogun 2” foi do brasileiro Maurício Rua, o Shogun. Mas também coroou o bad boy Josh Koscheck, que na preliminar da luta principal amassou Paul Daley e desafiou os canadenses na arena em Montreal.

“Não se preocupem, os Pittsburgh Penguins (time de hockey) vão acabar com vocês aqui! E eu vou vencer GSP, então vocês vão perder duas vezes!”, bradou o doido, recebendo prontamente as gentilezas da plateia.

O maior vacilo do californiano de Fresno, no entanto, foi virar de costas depois de ter trocado desaforos com o oponente inglês, levando uma bomba no olho. Paul, obviamente, foi demitido do UFC logo depois do ocorrido. (Assista aqui, a partir de 11min30s no vídeo.)

Isso faz lembrar que, em muitas aulas de Jiu-Jitsu e defesa pessoal, os mestres por vezes esquecem de repetir esta lei pétrea: “Não darás as costas para o ofensor, ao menos que haja uma distância segura contra crocodilagens”.

GRACIEMAG.com faz questão de reforçar a lição. Afinal, não foi a primeira vez que um craque vacila e leva uma bordoada pelas costas, como você deve lembrar. Separamos abaixo dois péssimos exemplos de covardias. Um inspirado nas cenas fortes do filme “Menina de ouro”, outro com o craque de futebol Edmundo.

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *