Calasans: “Dei uma enrolada para devolver o cinturão”

Share it

Após vencer nove lutas em Abu Dhabi, Claudio Calasans Camargo Junior venceu peso e absoluto no World Pro 2010 e chegou ao pico de sua carreira no Jiu-Jitsu. Mas, para ele, dono de uma guarda fechada cada vez mais respeitada, ainda há uma cordilheira por percorrer. Confira a entrevista exclusiva dada pelo faixa-preta de 26 anos ao GRACIEMAG.com.

O que foi mais fácil, vencer Bráulio Estima duas vezes ou deixar o cinturão de ouro por lá?

(Risos) Não deu vontade de devolver mesmo não. Levei para o Officers Club & Hotel e os organizadores foram buscar o cinturão no meu quarto às cinco da manhã, uma hora antes de sair o ônibus para o aeroporto. Dei uma enrolada para devolver mas não deu jeito, eles já tinham avisado antes que é preciso ganhar três absolutos para levar para casa. Mas isso é um motivo a mais para eu me dedicar MUITO para colocá-lo de volta na cintura.

E se o GSP quiser este cinto, ele te toma?

(Risos). Olha, ele nem é meu ainda. Eu tenho que treinar muito se eu quiser trazê-lo para casa de vez. Só que tenho muitos campeonatos pela frente, prefiro ir de etapa em etapa, “sem passar o carro na frente dos bois”. Entendo que com muito treinamento vou conseguir meus objetivos, pois tenho muito o que conquistar.

Como foram as duas finais contra o Carcará na sua visão?

Fui para a final do peso com o mesmo pensamento das outras lutas, não fiquei pensando que iria lutar com o Bráulio Estima, e sim que enfrentaria mais um cara duro.

Claro que depois da luta a ficha cai, e ganhar dele duas vezes valoriza muito meu resultado. Na primeira luta, o juiz se equivocou logo no começo pois nós chamamos juntos para guarda e ele subiu para passar, no meu entender era uma vantagem, mas o juiz deu 2 pontos. Com isso tive de correr atrás e me expus, até conseguir desequilibrá-lo faltando cinco segundos. Quando acabou a luta não vi que ele tinha levado uma punição e achei que tinha acabado empatado, por isso saí comemorando logo (risos).

Já na final do absoluto comecei muito melhor e consegui imprimir meu ritmo a luta toda, ficando sempre na frente do placar e no final foi só alegria e muita comemoração.

Guarda fechadinha na final do absoluto. Fotos: Luca Atalla.

Como foi aquela raspagem no finzinho na final até 83kg?

Na verdade acho que foi uma queda, eu estava fazendo guarda e levantei para o tudo ou nada porque era o final da luta. Eu estava  perdendo, mas achei um espaço para aplicar uma queda entrando nas pernas. Foi uma variação da queda de judô conhecida como tatu-bola.

Você faturou 28 mil verdinhas, com os 20 do absoluto e os 8 do peso. Qual o plano agora?

Vou usar esta grana para comprar um apartamento, faz algum tempo que eu estou querendo comprar e sempre tinha algum empecilho. Tomara que agora eu consiga iniciar esse processo e sair do aluguel, dar um lugar mais confortável para minha filha e esposa, ela que tem uma parcela muito grande nos meus resultados segurando as pontas em casa para que eu possa ficar com meus pensamentos somente nos treinos e nas competições.

A quem mais você dedica esse título?

Eu agradeço a todos que estão envolvidos nos meus resultados, todos da equipe Atos, tanto de São José dos Campos que é minha cidade quanto de Rio Claro, onde a gente se reúne para fazer esse treino sinistro que está dando resultado não só para mim.

À minha família, meus pais, a meu pai que foi meu sensei, patrocinador e técnico, meus irmãos e meus amigos que estão comigo em todos os momentos, não só nas vitórias mas também nas dificuldades do dia-a-dia de um atleta.

E quero agradecer também ao pessoal da minha antiga equipe, a Liga Jiu-Jitsu, ao meu professor com quem treinei da faixa-branca até a preta: Erivaldo Junior. E também a quem me ensinou Judo, meu tio Carlos Augusto, com quem comecei a treinar com 3 anos de idade. E a meus patrocinadores Red Nose, Construtora Oliveira Roxo, Fadenp de São José dos Campos e a Academia Calasans Camargo.

Veja a final da categoria 83kg contra Bráulio Estima:

Ler matéria completa Read more
There are 8 comments for this article
  1. rodolfo at 3:07 pm

    bom,eu como aluno do calasans jr só posso parabenizá-lo pela conquista e desejar tudo de bom pra ele em sua vitoriosa carreira,acredito que se vc tem objetivos traçados o resultado só pode ser positivo! valeu sensei!!

  2. Snug at 4:37 pm

    Cabe destaca volta por cim de Calasans que se recuperou de uma lesao sofrida no mundial e soube com muita resignação e fé em Deus nao perder as esperanças. Recuperação feita ele foi com td e o resultado é este. Título merecido. Atleta de fibra que nos ensina com seu exemplo que nao devemos desistir seja qual for o objetivo.

    Parabens, Calazaaaaaas!

  3. FELIPPE at 10:27 pm

    SOU MEIO SUSPEITO PRA FALAR POIS SOU PRATA DA CASA , MAIS MEU MESTRE E O MAIOR EXEMPLO DE TODOS NOS DA ACADEMIA CALASANS CAMARGO, QUEM CONVIVE COM ELE NO DIA A DIA VE COMO ELE E DEDICADO , DETERMINADO COM O QUE ELE QUER , EU SO TENHO A DIZER QUE SOU ILUMINADO EM TER ELE COMO TECNICO E COMO EXEMPLO , ELE E MEU MAIOR IDOLO NO ESPORTE, SOU ALUNO DELE DESDE QUANDO ELE ERA FAIXA ROXA ,ELE SEMPRE SE DESTACOU EM TODAS AS FAIXAS , E DESTAQUE NA LUTA OLIMPICA E NO JUDO TAMBEM , QUEM JA LUTOU COM ELE SABE QUE ELE E COMPLETO, ISSO E SO O COMEÇO DAS GLORIAS , EM NOME DE JESUS A PRIMEIRA DE MUITAS , OSSS…

  4. abdias at 11:21 am

    Falar do juninho é falar de um cara guerreiro,sempre me incentivou a treinar e me apoio em varias coisas tanto no jiu quanto pessoal,por isso merece tudo que conquistou…Parabens a voce sensei a equipe Calasans ah todos que estão la´diariamente se empenhando para se tornarem guerreiros como voce!!!!!!Parabens

  5. LUCAS KRAMER at 12:42 pm

    exemplo de hulmildade e dedicaçao eu vi a recuperaçao dele o trabalho de fisioterapia ele opero o ombro uma semana depois tava correndo e treinando perna meu o juninho treina mesmo,ele nao brinca m serviço parabens pelo titulo.
    e digo mais no mundial se ele leva o absuluto nao vou me surprende nao o cara é guerrero…segura que eu quero ver!!!
    grélo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *