Jake Shields e o “American Jiu-Jitsu”

Share it

Shields monta em Henderson. Foto: Esther Lin

Apesar de já ser o atual campeão peso médio do Strikeforce, para muitos Jake Shields não era o favorito na luta contra a lenda Dan Henderson. Entretanto, depois de dominar no chão e conquistar posições que poderiam até ter definido a contenda, o cinturão permaneceu afivelado em Shields, por decisão unânime. A GRACIEMAG já apostava no potencial do lutador, e traz uma matéria com a fera na edição #158, que está nas bancas e livrarias de várias partes do mundo.

Shields (24v, 4d, 1e) começou os treinamentos para MMA com Chuck Liddell, mas foi conhecer o verdadeiro Jiu-Jitsu, luta que defende, com seu professor Cesar Gracie. O lutador introduz muito bem à arte suave técnicas que já treinava há bastante tempo no que ele mesmo chama de “American Jiu-Jitsu”.

“Amo o Jiu-Jitsu e adoro misturá-lo com o wrestling. Isso para mim é o American Jiu-Jitsu, o melhor do Jiu-Jitsu brasileiro com o melhor do wrestling americano”, explica ao nosso repórter Nalty Jr.

Nos dojôs, Shields já bateu feras da luta de chão como Leonardo Santos e ficou em terceiro no ADCC. Outras pedreiras como Diego Sanchez também não venceram o campeão do Strikeforce no Jiu-Jitsu sem kimono. Amante da arte suave, manda um recado para outro grande representante do Jiu-Jitsu no MMA:

“Minotauro é da elite do Jiu-Jitsu, mas erra quando tenta trocar demais. Trocar com caras bons de boxe é uma estratégia estúpida. É o mesmo que um camarada que treinar Jiu-Jitsu por três anos pretender fazer frente no chão comigo: vou finalizá-lo”, diz.

Quer saber mais sobre o campeão do Strikeforce? Então compre agora a GRACIEMAG #158. E, para comprovar as habilidades de Shields, assista abaixo a finalização em cima de Léo Santos:

Ler matéria completa Read more
There are 6 comments for this article
  1. Cassiano at 4:28 pm

    Alguem da GRACIEMAG…manda essa materia pro Minotauro pelo amor de Deus!
    Ninguem foi capaz de dizer pra ele que o negócio do Minota é o chão? É UMA COISA IMPRESSIONANTE..fizeram o cara acreditar que ele podia trocar de igual pra igual com Velasquez…um abraço!
    Ai precisa vir um americano dizer isso…meu Deus! Acordem técnicos do Minotauro…Dórea, etc…

  2. rona at 10:58 pm

    Que Historia e essa de “american” Jiu-Jitsu??? Ate onde eu sei é Brazilian Jiu-Jitsu, ou Gracie Jiu-Jitsu…. ACORDA AE GRACIE MAGAZINE….

  3. Little at 11:43 am

    O problema é que o Minotauro escuta muito o Dórea, e o Dórea é técnico de boxe. Ele sempre vai querer que os caras ganhem na trocação. Hoje em dia parece até que o Minotauro tem medo de lutar no chão. É só ver contra Frank Mir e com o Velasquez. Até contra o Tim Sylvia ele apanhou muito em pé para depois puxar para guarda.

  4. Claudio Monteiro at 11:13 am

    os americanos não reconhecem nem santos dumont como pai da aviação…. essa declaração é o exemplo do que vão dizer mais a frente, e a revista ainda apoia isso…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *