Confusão apaga o brilho no Strikeforce

Share it

O Strikeforce vem investindo em lutadores de nome, com transmissão ao vivo no canal de TV americano CBS, e hoje é uma das principais organizações mundiais. Na noite de sábado, com três disputas de cinturão, tudo caminhava para mais uma edição de sucesso. Entretanto, nos minutos finais do evento em Nashville (EUA), o que era para ser um desafio se tornou um grande mico.

Jason Miller, que havia vencido numa das lutas de abertura, entrou no cage para pedir revanche contra o atual campeão Jake Shields, que acabara de derrotar Dan Henderson. Foi quando a confusão começou. A transmissão, ao vivo, tentou cortar as imagens. Mas não teve jeito (ver no vídeo abaixo).

Jason Miller tem histórico de tumultos. Contra Ronaldo Jacaré, no Dream, aplicou um golpe ilegal. O combate acabou em no contest e o lutador discutiu com o brasileiro, ainda no ringue.

Dirigente do Strikeforce, Scott Coker desaprovou o ocorrido.

“Não há espaço no Strikeforce para esse tipo de comportamento e não vou perdoar e recompensar esse tipo de atitude. Para um lutador que está no mais alto nível, lutando na CBS, na Showtime e no Strikeforce não há espaço para esse tipo de comportamento”, disse.

“Não tinha idéia que o Miller ia fazer aquilo. Posso dizer que ninguém da minha equipe o levou lá. Vou olhar o vídeo e ver o que aconteceu. Não é bom para o nosso esporte, que está numa das etapas iniciais”, completou o dirigente, que ainda tentou minimizar.

“Foi uma noite incrível.”

http://www.youtube.com/watch?v=qwO9JI_qqq8

Ler matéria completa Read more
There are 7 comments for this article
  1. Hugo Pereira at 7:49 pm

    De lamentar estes acontecimentos… em directo para a televisao !!! Má promoção do MMA !!! O Jason Miller tem um parafuso a menos !!!

  2. Thyago Sobral at 8:27 pm

    Esse tipo de comportamento é lamentável e infantil!
    Lutadorcom esse tipo de atitude deveria ser banido do esporte, ou, pelo menos, receber uma punição gravíssima!!!

  3. Jomar Coelho at 3:30 pm

    ANTI
    DOPPING

    QUERIA VER O UFC E AS OUTRAS MARCAS FAZENDO ANTIDOPPING….

    KAKAKAKA

    SE PUNISSEM OS DOPADOS E BOMBADOS NÃO FICARIA NEM OS COMENTARISTAS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *