JT treina 3 vezes por dia para “categoria mais dura” do Pan

Share it

As inscrições para o Pan 2010, marcado para 8 a 11 de abril, só terminam nesta quinta-feira. (Registre-se aqui.)

Mas o faixa-preta Jonathan “JT” Torres (Lloyd Irvin) já deu uma espiadinha nos inscritos da divisão dos leves, no site da IBJJF.

Depois de ler, ao lado do seu próprio, os nomes de Lucas Lepri e Michael Langhi (Alliance), Jonatas Gurgel (ATT), Jonatas Novaes (Brasa), Bruno Amorim (Gracie Barra-BH) e outros tantos, teve duas certezas:

1) “Estou na divisão mais forte e mais difícil, junto com o peso médio.”

2) “Estou completamente preparado, fisicamente e mentalmente.”

As razões para a confiança nessa categoria cheia de Jonatas e Jonathan são, claro, os treinos em ritmo forte.

http://www.youtube.com/watch?v=7jkGnBc2YLU

“O treino para o Pan 2010 está ótimo!”, conta JT ao GRACIEMAG.com. “Aqui na academia de mestre Lloyd Irvin em Cam Springs, Maryland, estamos treinando muito duro três vezes ao dia e todos estão dando de tudo, estamos muito focados neste torneio. Tenho cerca de 60 parceiros de treino vindo sempre, não estamos de brincadeira! Esperamos uma série de medalhas de ouro para o time”.

JT tem treinado com o compatriota Mike Fowler, também inscrito (só que no peso médio), mas não apenas com ele.

“Tenho treinado com caras muito bons, difícil até de listar, mas os principais são o mestre Lloyd Irvin, Fowler, Mike Easton, Nakapan Phungephorn, entre os faixas-pretas; na marrom, Jimmy Harbison e Nyjah Easton; o roxa Jon Delbrugge; e os faixas-azuis DJ Jackson, Frank Camacho, Willie Leonard, Tracey Goodell e muitos, muitos outros”, recorda.

O casca-grossa com sangue portorriquenho tem mostrado resultados. É o atual vice-campeão mundial sem kimono, e este ano vestiu o kimono para vencer o Miami Open.

“Fechei o peso médio com Fowler em Miami, mas o principal é que senti o torneio como um excelente aquecimento para o Pan e o Mundial, meus maiores objetivos em 2010. Minha expectativa para o Pan é a medalha de OURO”, enfatiza.

Sobre a categoria, Torres avalia: “Tem muitos talentos ali, eu conferi. Eu vou apresentar uma tática e planos de luta muito fortes, eu sei que estou completamente preparado física e mentalmente. Na minha opinião é mesmo a categoria mais forte e difícil, juntamente com o peso médio”.

Sim, como se vê, o time de Lloyd Irvin está pronto. Mas e o mestre, não vai lá buscar mais uma medalha? “Olha, pelo que sei mestre Lloyd não vai competir este ano. Mas você nunca sabe”, despede-se Jonathan, sorrindo.

Ler matéria completa Read more
There is 1 comment for this article
  1. Mauricio Cristo at 7:59 pm

    Esse JT é muito bom gostaria que vocês falassem de Leandro Lo Pereira do Nascimento da equipe Cicero Costha ele ja ganhou muito coisa e nunca teve a oportunidade de aparecer obrigado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *