Serginho Moraes celebra vitória e lança desafio

Share it

Sergio comemora triunfo contra Finfou. Foto: Alicia Anthony

Depois de sofrer o primeiro revés no MMA contra Brett Cooper, Sérgio Moraes deu a volta por cima e, usando o Jiu-Jitsu, modalidade em que é campeão mundial, finalizou rapidamente Etoube Manuelo no Jungle Fight. Preparado para o Pan-Americano de Jiu-Jitsu, o faixa-preta comenta a volta por cima:

“Para mim foi ótimo. Estava precisando muito dessa vitória. Parei para analisar a minha luta antes dessa, quando perdi, e lutei muito afobado em finalizar. Apostei que pegaria rápido e errei na preparação, por ter aceitado uma luta em seguida da outra. Muita gente falou que havia subestimado o oponente, mas nunca faço isso. Minha idéia nunca é essa. Cansei mesmo e estava apenas tentando sobreviver. Acabei sofrendo meu primeiro revés”, analisa.

O Jiu-Jitsu garantiu a vitória no Bellator. Foto: Bellator

“Dessa vez tentei corrigir todos os meus erros e fui bem preparado, treinadinho. Se a luta tivesse 10 rounds, lutaria todos. Mas, graças a Deus, acabou no primeiro. Então foi uma vitória muito importante, onde entrei concentrado, sem perder as posições. Fiz o Jiu-Jitsu e a finalização saiu o quanto antes”, completa.

Poucos lutadores conseguem competir em alto nível em duas modalidades. No caso de Serginho, os resultados estão aparecendo seja no Jiu-Jitsu ou no MMA.

“Meu treino é sempre em cima do pano. Treino muito pouco sem pano, lógico. Meu foco sempre é o Jiu-Jitsu. Vou para o Pan fazer uma forcinha e vamos ver no que vai dar. Consigo conciliar os dois (MMA e Jiu-Jitsu). Qualquer lutador de vale-tudo tem que treinar chão, então dá para trabalhar os dois.”

Além do Pan, o atleta da Alliance pretende ir também para o World Pro, em Abu Dhabi. Mas o foco principal é novamente o Campeonato Mundial.

“Quero algum patrocínio para ir ao World Pro, se não fica pesado. Aliás, se alguém quiser dar uma força, fica aí o recado! Estou treinado e pronto para lutar. O que aparecer eu luto, lógico, sempre focando o Mundial da IBJJF.”

Serginho aguarda também o chamado do evento Bellator, onde estará em ação em breve. Enquanto isso, segue os treinamentos na Alliance, em São Paulo, ao lado do “General” Fábio Gurgel. Propenso a desafios, o lutador logo lançou um ao repórter do GRACIEMAG.com:

“Vamos ver se a gente se encontra para jogar um Playstation. Quero ver se você é bom no winning eleven (game de futebol)! Na verdade, sou jogador de winning eleven profissional, mais que lutador!”, brinca, sem saber que falava com um campeão no game!

Cuidado Serginho!

Ler matéria completa Read more
There are 5 comments for this article
  1. marcos vinicius at 9:56 am

    irada as materias de vocês sempre falando de um jeito extrovertido, um jeito que nao fica chato de ler, mto boa essa materia assim como a do andré galvão…

    show msm

  2. msed at 11:00 am

    Faz um campeonato de UFC do play station!!! Um GP ou coisa parecida!!chama os atletas e disputa no game!! seria engraçado/interessante!! fica a sugestão!!

  3. fabio capoeira caiman... at 2:07 pm

    caraca..cresci..com esse moleke..e sempre acreditei..na capacidade dele..serginho e muito mais.do que parece….humildade pura…..com certeza..ha cohab 2!!!tem um pouco do seu sucesso..valeu seginho..por representar..bem a periferia..de sampa…valeu….eternoo campeão….

  4. Lucca at 12:28 pm

    Paranens a ALLIANCE e toda equipe!!!! trabalho serio e consistente!!! Como muitos leitores falaram e criticaram Kyron Gracie na capa, obviamente uma capa prematura, Calasans merecia muuuuuuuuuuuuiiiiito mais pois bateu o prof Braulio 2 vezes. O mundial confirmou- Kyron é guerreiro mas sua guarda de amarrão ainda tem que crescer muito para crescer ante os tops!!! OSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *