De pasteleiro a campeão do Shooto

Share it

Guerreiro, Paulo Bananada foi pasteleiro e segurança noturno. Entretanto, com a chance pelo cinturão do Shooto sul-americano, o que pode abrir portas para eventos no exterior, o lutador se arriscou. Largou o emprego e treinou duro. O resultado foi a vitória e, agora, o morador de uma comunidade carente em Jacarepaguá, no Rio de Janeiro, aguarda novas oportunidades.

Confira abaixo uma entrevista com bananada e seu treinador, Tatá Duarte, logo após a conquista do cinturão:

Ler matéria completa Read more
There is 1 comment for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *