Em Jungle recheado de finalizações, Serginho sai nos braços do povo

Share it

Serginho comemora no Mundial 2009. Foto: Alicia Anthony.

Sergio Moraes terminou o 18º Jungle Fight, na noite de sábado, de costas para o tablado, após tomar uma queda. Foi o desequilíbrio mais feliz da carreira do lutador da Alliance, afinal foi aplicado pela filhota, que já estava no alto do ringue de kimoninho branco e faixa-laranjinha para comemorar a vitória categórica do pai.

De fato, Serginho sobrou na última luta da noite, esbagaçando o adversário peruano Etoube Manuelo no ringue, superando a guarda com facilidade e, da montada, pegando numa básica e eficiente chave kimura.

“Nessa luta eu corrigi os principais erros que cometi na minha última participação no Jungle, quando conheci meu primeiro revés por me apressar para finalizar. Isso me fez perder algumas posições conquistadas no chão, e acabei nocauteado. Hoje não me afobei e consegui a vitória. Olha aí, dei até queda!”, disse ele, para o microfone de Paulinha Sack.

Serginho aproveitou ainda para saudar sua turma da Cohab 2 e os parceiros na Alliance, e parabenizou Wallid Ismail por fortalecer o esporte em São Paulo, lembrando que a luta praticada pela criançada pode afastar as pessoas das drogas e baixar os índices de criminalidade. Com discurso tão afiado, não admira que Serginho tenha saído nos braços do povo, na arquibancada.

Outra estrela da noite, o também local Claudio Godoy atropelou outro peruano, Fernando “Zopilote” na luta mais rápida da noite. O apressado Edilberto Crocotá também finalizou seu oponente com agilidade, aproveitando para perturbar a plateia. “Desculpa aí galera, mas hoje eu comprei São Paulo e é tudo meu! Viva a Bahia!”

A Prefeitura de São Paulo confirmou mais quatro Jungle Fights nos próximos quatro meses, para deleite dos torcedores e atletas presentes.

18º Jungle Fight

Pacaembu, São Paulo, Brasil

20 de março de 2010

Sergio Moraes (Alliance) finalizou Etoube Manuelo (Clube da Luta-Peru) na kimura aos 4min06s do 1R
Edilberto Crocotá (Champion-Bahia) finalizou Pedro Iriê (Ichigueki) na guilhotina aos 2min11s do 1R
Claudio Godoy (Center Fight) venceu Fernando Duany (Clube da Luta) por nocaute técnico aos 47s de luta
Pedro Munhoz (Gibi Thai) venceu Pablo Alfonso (Master Cuba América) por decisão unânime dos jurados
Renato Moicano (Constrictor Team) finalizou Marcos de Almeida (Asle) no mata-leão aos 1min27s do 3R
Eric Becker finalizou Douglas Bertazini no mata-leão aos 3min42s do 3R
Gil de Freitas (Barbosa) finalizou Junior “Killer” (Fight Sports) no armlock aos 3min03s no 2R

Disputa pelo título brasileiro Low Kicks:

Ernani Perpétuo (RJ) venceu Marcelo Amaral (SP) por nocaute no 2R

Ler matéria completa Read more
There are 2 comments for this article
  1. MARCELINHO at 5:13 pm

    EU TBM ACHO O EVENTO FOI BACANA MAIS O WALLID COM AKELA MARRA DE EMPRESARIO NAO ROLA MUITO VACILAO DANDO ESCULAXO NA GALERA VACILAO MESMO>>> FORA ISSO FOI LEGAL…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *