Com o cinturão seguro, Jorge Santiago define o futuro

Share it

Santiago quer permanecer lutando nos ringues japoneses. Foto: Susumu Nagao

Jorge Santiago não deu bobeira na revanche contra Mamed Khalidov. No combate realizado na última edição do Sengoku, que valia o cinturão de médios, venceu por decisão unânime. 

“Não conhecia o cara da primeira vez e aceitei a luta em cima da hora. Agora sabia muito bem como ele era e treinei como devia. Sabia que era contra um cara duríssimo e treinei mesmo para lutar com ele, muito focado. Ainda mais agora, que o cinturão estava em jogo. Então, tinha que estar 100% e ganhar todos os rounds para não dar chance ao azar. Ele é um lutador muito duro e realmente merecia a chance pelo título. Mas deu tudo certo para mim, graças a Deus”, comenta ao GRACIEMAG.com. 

Sobre o futuro, pode pintar chances em outras organizações. Strikeforce e o novo evento japonês Astra, uma parceria entre Dream e Sengoku, também não são propostas descartáveis. Até o UFC, embora mais difícil, é possível. 

“Tenho o compromisso de defender o cinturão. Alguma luta, além disso, não tenho mais contrato. Então, o que pintar estou disposto. Estão acontecendo algumas negociações, mas não há nada certo. Tenho conversado com grandes eventos e vamos ver o que vai acontecer”, fala. 

“Estou bem no Japão, gosto de lá e o público japonês se amarra na minha. Não tenho planos de sair de lá, mas também gostaria de lutar nos Estados Unidos, que é o país onde moro. Um contrato certo, uma coisa bem conversada, e posso voltar. Basta fechar algo bom. Pode acontecer, mas não é uma coisa da noite para o dia”, continua Santiago, que manda um recado:    

“Queria mandar um abraço para a galera que me acompanha e agradecer a força dos que confiam em mim, que acreditaram que eu daria a volta por cima. Agradecer também a toda equipe American Top Team”, finaliza.

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *