Ed Soares comenta situação de Paulão

Share it

Paulo Filho. Foto: Carlos Ozório

A ausência de Paulo Filho no Bitetti Combat 6 trouxe muita polêmica. Paulão havia saído do card, mas pediu para lutar e voltou para o evento. A organização trouxe o japonês Yuki Sasaki para enfrentá-lo, mas o faixa-preta de Jiu-Jitsu não apareceu no dia da pesagem. 

“Desde que houve aquela situação com Chael Sonnen (adiamento da luta e depois a primeira derrota), ele está lutando contra problemas”, comentou o empresário Ed Soares, que já trabalhou com o lutador, ao site MMAJunkie. 

“Há tanta coisa que nós podemos fazer. Nós amamos o Paulo, ele é uma ótima pessoa, ele é incrível. Mas ele está passando por alguns problemas. Ele se colocou de volta contra o Melvin Manhoef, veio ganhando algumas lutas, mas ainda está passando por alguma coisa difícil”, falou. 

Segundo o empresário, após o caso Sonnen, tentou levar Filho para os EUA, uma troca de ares. Entretanto, não foi possível. 

“É obvio que esta situação não foi criada em dois dias e não vai se resolver nesse espaço de tempo. Será um longo processo para deixá-lo fora disso”, finalizou.

Ler matéria completa Read more
There are 7 comments for this article
  1. Helton at 6:52 pm

    Acredito que todos em algum momento da vida vida, passam por uma situação difícil. Mas fazer o cara vir do Japão, para chegar aqui e não lutar alegando que não recebia o que merece…

    Pois acredito que depois desta, está sim merecendo pouco. O lutador acima de tudo tem que ser uma pessoa respeitadora, e não mercenária. Aonde fica a falta de respeito com o adversário, com a organização do evento, com os fãs que compraram os seus ingressos na intenção de vê-lo em ação?

    Se o japonês não tivesse vindo, fatalmente sairiam comentários do tipo: “Fugiu do pau, cabreirou, tremeu na base, etc”. Hora de cada um rever o que realmente quer da vida. O que se planta hoje, certamente se colherá amanhã! Um homem se mede não pelo peso da sua pancada ou pela sua coragem. Mas pelo seu caráter! Dê a volta por cima Paulão! Deus é fiel, seja também!

  2. isaias at 8:16 pm

    Paulo filho, grande atleta, em especial qdo soube que ele foi uma fera no Judo, quase indo para Olimpiadas, deste entao eu admiro muito mais. Ele disse que não veio a BSB DF por que o evento ofereceu menos dinheiro que ele gostaria. OK, mas ele poderia ter deixado tudo isso claro um tempo antes e não decepcionar os fãs que viajaram de longe para ve-lo lutar.

  3. andre fedor at 1:25 pm

    FORÇA PAULÃO, EU TAMBÉM JÁ PASSEI POR ISSO É FO…. MAS TEM SAÍDA.LEMBRA SEMPRE QUE : “AQUILO QUE NÃO TE MATA TE TORNA MAIS FORTE “.
    ABRAÇÃO DO ANDRÉ FEDOR

  4. felipe amorim at 10:11 am

    helton, apesar de você usar alguns frases de efeito, a depressão vem atingindo cada vez mais os lutadores e seu meio, lendo o livro borboletas da alma de dráuzio varella li um artigo em que fala das consequências do uso de esteróides anabolizantes, entre eles: síndrome do pânico, depressão, transtornos bipolares dos mais variados tipos-não que eu esteja insunuando que paulão fez ou faz uso de anabolizantes-, mas acredito que muitos lutadores e muitos praticantes seja para secar ou para ganhar massa muscular de forma mais rápida recorram à esse recurso, o fato é que os efeitos colaterais dessa drogas são maiores até do que os remédios controlados tarja preta, já chegou a hora da gracie magazine fazer uma matéria esclarecedora sobre esse tema, que vem acabando de forma covarde e silenciosa a carreira do melhor peso médio brasileiro, o jogo de chão mais justo e com perfeita distribuição de peso que eu já vi em alguns pride,s bushido. forte abraço a todos.

  5. Roberto at 10:25 pm

    tentar ajudar uma vez é dever dos amigos.
    Se não aprender, esqueça…
    O que não pode é se achar e ficar tirando onda de ser o melhor do mundo. Esta longe de ser.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *