Caveirinha e a missão Havaí

Share it

Caveirinha se prepara para o Havaí. Foto: Arquivo Pessoal

Faixa-preta da Gracie Barra que formou diversos atletas em Minas Gerais, Aldo Januário, mais conhecido como Caveirinha, foi escalado para mais uma missão em nome do time. O lutador está de malas prontas para Honolulu, no Havaí, onde será responsável pelos treinos na Gracie Barra University.

“Foi um convite do mestre Carlos Gracie Jr. e vou para o Havaí dar aulas na Gracie Barra University. A expectativa é fazer um trabalho maior do que fiz em Minas. Hoje, em Belo Horizonte, conto com 45 faixas-pretas, com vários campeões mundiais e de diversos outros grandes eventos. Minha equipe é uma das maiores na capital BH e pretendo fazer algo maior ainda no Havaí”, diz ele, muito otimista com o projeto.

“Acho que o nome Gracie Barra será muito forte lá, uma referência para o mundo. Trabalho na equipe há 23 anos, sou formado da branca à preta pelo mestre Carlos e, já que tenho essa nova chance, não vou desperdiçar. Todos que me conhecem sabem da minha garra e do meu amor pela equipe e alunos. Vamos arrebentar lá!”, completa.

Acostumado a desafios, a ida para o Havaí faz recordar de quando foi convocado para dar aulas em Minas.

“Foi engraçado. Cheguei na academia e o Carlinhos me disse: ‘Caveirinha, você quer viver de Jiu-Jitsu? Então vai em casa, pega uma bolsa com roupas que você vai morar em Belo Horizonte.’ (Risos) Isso foi em 1997, e não foi nada programado. Mas o mestre me conhece desde criança e sabe que sou pau para qualquer obra. Cheguei lá sem conhecer nada e, aos poucos, desenvolvi esse trabalho. Hoje conto com academias na Europa e alunos meus que estão com o mestre na Califórnia. O mais importante para mim nesse trabalho no Havaí é que o Carlinhos confiou em mim mais uma vez. Minha meta é conseguir abrir cem Gracie Barras, academias em vários países, e botar para quebrar!”

Caveirinha e os alunos em BH. Foto: Arquivo Pessoal

Entretanto, Caveirinha lembra que o trabalho continuará forte nas filiais em Minas Gerais, que vêm com algumas novidades.

“Em Belo Horizonte o meu irmão Fabio vai ficar no comando. Estamos com muitos projetos novos. Vamos inaugurar no próximo mês uma nova academia, que será a maior em BH, totalmente adequada ao sistema Gracie Barra Escolas Premium. Os alunos só podem entrar devidamente uniformizados e seguiremos toda a metodologia de ensino”, conta ele, que também comenta as vantagens do sistema.

“Das filiais que comando, metade já segue esse método. A meu ver, é algo revolucionário, que evita, por exemplo, até que um aluno novo se machuque. Carlos Gracie e Marcio Feitosa estão de parabéns. É algo que é bom não apenas para os graduados, mas para os iniciantes também. Hoje, o cara que se matricula na academia depois leva a esposa, filhos e amigos para treinar. Vê toda a organização e isso faz diferença. Isso vai revolucionar e refletir na quantidade de alunos por todo o mundo”, aposta.

Só o Jiu-Jitsu salva – Caveirinha é um entre tantos brasileiros que nasceu numa família humilde. Morador de uma comunidade carente da cidade do Rio de Janeiro, o esporte, especificamente o Jiu-Jitsu, proporcionou novas possibilidades na vida.

Rodeando o mestre Carlos Gracie Jr. (centro), Caveirinha e a família. Foto: Arquivo Pessoal

“Meu pai abandonou minha mãe, dona Betti, com cinco filhos. Sou da comunidade Rio das Pedras, em Jacarepaguá, de uma família humilde. Minha maior alegria é ver meus irmãos e familiares todos treinando Jiu-Jitsu. O esporte mudou nossa vida e hoje somos felizes por essa escolha, pois podemos ajudar um pouco à família. Minha vida sempre foi assim, com muita batalha. Foi sofrido, mas a Gracie Barra é uma família e a cada dia que passa amo mais isso. Por esta razão não tem esse negócio de equipe Caveirinha, é tudo uma coisa só. Luto e sempre vou lutar pela Gracie Barra.”

Falando em luta, Caveirinha também marcou o nome nas competições. Hoje, se dedica mais ao ensino, uma paixão. Mas, se for preciso, combater não está fora dos planos.

“Tive o prazer de vencer muitos campeonatos e lutar ao lado do Marcio Feitosa no Brasileiro de Equipes. Tenho um currículo bom como lutador, mas o que eu mais gosto de expressar é o amor pela equipe e o prazer de dar aulas de Jiu-Jitsu. Para mim o mais gratificante é ver um aluno com uma medalha no peito ou desenvolvendo uma boa técnica nos treinos. Mas tenho 31 anos de idade, se precisar luto ainda (Risos)”.      

Ler matéria completa Read more
There are 14 comments for this article
  1. Henrique "ET" Maciel Teixeira at 5:53 pm

    Parabéns a vc meu professor e amigo Caveirinha.
    Todas as conquistas da sua vida são merecidas,
    devido à sua humildade, dedicação, garra e compromisso.
    Desejo a vc mais sucesso.
    Abração do seu aluno, amigo e parceiro ET.

  2. Tati at 1:33 pm

    Parabéns, Caveirinha!! Vc é mesmo digno de toda essa confiança por parte do Carlinhos. Tenho certeza que seu trabalho vai ser um sucesso lá no Hawaii, assim como foi aqui em BH. Muita força pra vc!
    Um beijo da sua amiga Tati.

  3. Filipe Cyríaco at 5:39 pm

    Tive o privilegio de conhecer e começar o jiu-jitsu com essa familia. São três irmão amantes e professores do esporte que mais cresce no mundo por ter pessoas assim…Parabens e que a familia Januario continue assim.

  4. Paulinha. at 10:39 am

    Parabéns ao mestre Caveirinha,
    quando cheguei em sua academia fui tão bem recebida que não sai mais de lar e hoje é o meu novo lar.
    Tenho o maior prazer de participar dessa equipe tão unida ja passei por outras mais igual GBCBH não existe!!!
    Parabéns,muito sucesso nessa nova etapa na sua vida.
    uma abraço ao meu amigo e professor CAVEIRINHA..

  5. Vinícius Barreto at 5:55 pm

    É isso aê Caveirinha!!! Muito sucesso pra você Mestre!!! Parabéns pelas realizações e com certeza chegarão muitas outras, porque competência todos da Gracie Barra Macaé sabemos que você tem!!!

    Abração

  6. Flávio Márcio "sabão" at 11:14 am

    Ae Caveirinha, sucesso sempre, você vai fazer com certeza um Belo trabalho você tem algo que poucos professores tem de motivar seus alunos antes de competiçôes mesmo sabendo que não vai ser fácil, sabe colocar pilha nos seus competidores (risos). vlw por tudo fique com DEUS….

  7. juliana at 11:12 am

    ADORO DE PAIXÃO MEU PROFESSOR FABIO( IRMÃO DO CAVERINHA) SEMPRE ATENCIOSO, EDUCADO, SÉRIO, HUMILDE E SUPER DEDICADO!! ESTPOU SUPER FELIZ E ME ENCONTREI NO ESPORTE APÓS CONHECER MEBRO DESTA LINDA FAMILIA!!!!!!!!!

  8. francisco at 2:14 am

    Fla meu kmara…quanto tempo cara.
    Não sei por onde tu anda, espero que dando alulas no Havaí…rsrsrs
    a última vez q te vi foi na av; afonsso pena em bh..lembra? tu virou pr mim e falou: como vc ta rapá? ta treinando? ou seja, o esporte sempre presente e marcando tua vida.
    Voutei a treinar depois da lesão e estou muito feliz com isso, mais ainda vvendo um cara bacana como você realizando todos os sonhos.
    Vai a luta meu camarada…vai a luta que sabemos que você concegue.
    Parabéns caveirinha e que DEUS te proteja sempre.
    Abraço irmão e felicidades.
    (chico)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *