Nos EUA, igrejas evangélicas usam MMA para atrair jovens fiéis

Share it

Deu em “The New York Times”.

Na sala dos fundos de um teatro na Rua Beale, em Memphis, Tennessee, o pastor John Renken, 42 anos, recentemente liderou um grupo de jovens em sua oração.

“Pai, nós o agradecemos por esta noite”, ele disse. “Nós rezamos para que sejamos uma representação do senhor”.

Uma hora depois, um membro de sua paróquia baixou a guarda e foi atingido por uma série de socos do adversário e Renken lhe deu conselhos que não soavam sacrossantos.

“Socos diretos!” ele gritou da lateral do ringue do evento de artes marciais conhecido como Cage Assault. “Acabe com essa luta! Na cabeça! Na cabeça!”

Leia a reportagem completa aqui.

Ler matéria completa Read more
There are 2 comments for this article
  1. Marco at 11:12 am

    ALELUIA!!!agora f@$%¨& de vez! Sai pra lá Satanas! No vale tudo do senhor só não entra satanás!!! hahahshshshahahahshsha!!! fui nocauteado, aleluia!!
    dá um crucifixo nele!!!hahshsuahshauah!! Jesus não vai lutar porque tá pregadão!!!!hahshsuahs!! o irmão Belfort vai lutar !!ALELUIA!! hahshaha

  2. isaias at 1:38 pm

    Exemplo de apelação generalizada rsrs é notorio que as igrejas mais conservadoras estão perdendo os jovens nos paises ricos, ha algum tempo ja, mas promover esportes, incluindo o BJJ, acho louvavel, num espaço apropriado para tanto. Em SP tempos atras, uma igreja (Bola de Neve Church se não me engano) colocou um ringue em frente do pulpito e misturava cerimonias religosas com a promoção do vale tudo. Sada but true!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *