Creche que nada. Ponha seu filhote no Jiu-Jitsu!

There are 3 comments for this article
  1. felipe amorim at 2:14 pm

    SINCERAMENTE, ACREDITO QUE AINDA FALTA MUITO CHÃO, PARA OS PAIS PREFERIREM O JIU-JITSU AO JUDÔ, INFELIZMENTE MUITOS PRATICANTES E MUITOS “PROFESSORES” CONTINUAM DANDO MAU EXEMPLOS EM CAMPEONATOS E EM LUGARES PRIVADOS, O QUE GERA UM PROBLEMA MUITO GRANDE-E ATÉ MESMO FINANCEIRO-, PARA OS PROFESSORES SÉRIOS E RESPONSÁVEIS.

  2. Yury Andrade at 10:58 pm

    O Q o Felipe falou é pura verdade…E com a imagem arranhada q o jiu-jitsu tem na sociedade isso fica mais dificil,mas,com a nova leva de professores exemplares creio isso vai mudar!!!!!!!!

  3. Egon at 11:45 am

    Corcordo com o que foi mencionado! O judô para crianças é super simples e repetitivo, muito formal, cheio de respeito. O JJ ainda ainda tem atletas derespeitosos com juizes e colegas em torneios Brasil afora. Alguns professores da Gracie Barra BSB e outros famosos (mario reis,Samuel Braga etc)O judô só permite as chaves apos os 16 anos, no JJ para crianças eu não o sei. Seria um tanto sem graça um JJ com finalização tipo “segurar o oponente no chão”. Mas se o esporte crescer em respeito, lutas mais justas (o que tem de professor roubando na cara dura para amigos nos torneios em GYn GO, BSB DF não dá para crer em seriedade) Um ajuste de regras poderia tornar as lutas mais claras e resultados mais justos. Sonho com esse dia! Osssssssssss!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *