Faber vence no WEC 46 e encara José Aldo

Share it

O principal combate da noite era entre Jamie Varner e Ben Henderson, pelo cinturão definitivo do peso leve. Mas a luta que mais agitou o público do WEC 46, na Califórnia, na madrugada de domingo para segunda-feira, foi entre Urijah Faber e Raphael Assunção. A peleja valia vaga pela disputa de cinturão peso pena, hoje sob poder do amazonense José Aldo Junior.

Faber no momento que finalizou Assunção. Foto: Josh Hedges

Disposto a ser o número 1 novamente, Faber entrou decidido e contou com o apoio da torcida. No primeiro assalto, equilibrado, levou vantagem na trocação. No round seguinte, aplicou um knockdown e conseguiu quedar Raphael. Na parcial final, Faber seguia no mesmo ritmo, até que conseguiu pegar as costas de Assunção e finalizou com um mata-leão, tendo quebrado uma série de seis triunfos do oponente.

Logo após ter os braços erguidos pelo juiz, Faber ficou ao lado do campeão José Aldo no Cage para oficializar de vez a próxima disputa. “Eu respeito você Faber. Mas ninguém vai tirar o cinturão de mim”, disse o brasileiro, numa frase treinada em inglês, para a alegria do empresário Ed Soares.

“Na minha cabeça, esse cinturão é meu”, respondeu o “California kid”.

Na principal luta da noite, Jamie Varner começou melhor contra Ben Henderson. Mas, no segundo e terceiro assalto, o campeão interino passou a comandar. No round final, após encaixar uma joelhada na linha de cintura de Varner, Henderson pulou com tudo para a guarda e encaixou uma guilhotina. O golpe foi fatal para Varner, que deu os três tapinhas ainda em pé. Agora Ben Henderson é o campeão definitivo da categoria leve na organização.

Henderson no momento que finaliza Varner. Foto: Josh Hedges

De volta depois da derrota para José Aldo, quando perdeu o título, Mike Brown voltou bem contra Anthony Morrison e finalizou rapidamente com um mata-leão. Estreante na categoria de plumas, o faixa-preta de Jiu-Jitsu Wagnney Fabiano se recuperou da derrota na última apresentação, no WEC 43, e venceu Clint Godfrey por decisão unânime.

Wagnney usa o Jiu-Jitsu para vencer. Foto: Josh Hedges

Confira os resultados:

WEC 46
Sacramento, Califórnia, Estados Unidos
Domingo, 10 de janeiro de 2010

Benson Henderson finalizou Jamie Varner com uma guilhotina aos 2min41s do R3
Urijah Faber finalizou Raphael Assunção aos 3min49s do R3
Mike Brown finalizou Anthony Morrison com um mata-leão aos 1min54s do R1
Kamal Shalorus venceu Dave Jansen por decisão unânime dos juízes
Deividas Taurosevicius venceu Mackens Semerzier por decisão unânime dos juízes

Lutas preliminares
Charlie Valencia venceu Akitoshi Tamura por decisão dividida dos juízes
Wagnney Fabiano venceu Clint Godfrey por decisão unânime dos juízes
Mark Hominick finalizou Bryan Caraway com um armlock aos 3min48s do R1
Eddie Wineland venceu George Roop por decisão unânime dos juízes
Will Campuzano venceu Coty Wheeler por decisão unânime dos juízes

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *