Combate oferece UFN e WEC em alta definição

Share it

Nesta segunda-feira, dia 11, os assinantes do canal Combate e Combate HD conferem a partir das 23h o primeiro UFC Fight Night do ano, realizado no Patriot Center, nos Estados Unidos.

O UFC Fight Night 20 promete boas lutas aos telespectadores do canal especializado em lutas do sistema pay-per-view da Globosat. Na principal, Gray Maynard enfrenta Nate Diaz (foto) e o assinante Combate confere também Efrains Escudero x Evan Dunham, Tom Lawlor x Aaron Simpson e Amir Sadollah x Brad Blackburn.

Nate Diaz, astro do UFN.

Maynard manteve sua invencibilidade de oito lutas profissionais com a vitória sobre Roger Huerta em setembro de 2009, no UFC Fight Night 19. Dessa vez ele desafia Nate Diaz, que também venceu sua luta no último UFC Fight Night, totalizando onze vitórias e quatro derrotas. Os dois chegaram a lutar na quinta temporada do reality-show The Ultimate Fighter, quando Maynard perdeu.

“É uma boa oportunidade para uma revanche pela derrota que sofri no programa. Nate é um adversário difícil e está muito bem nos últimos anos”, afirmou Maynard. Nate Diaz concorda com seu adversário. “Nós dois melhoramos muito desde a nossa primeira luta. Irei dar tudo o que tenho para ser o lutador mais inteligente e derrotá-lo”, disse.

Completam o card Efrain Escudero (13v, 0d) x Evan Dunham (9v, 0d), Tom Lawlor (6v, 1d) x Aaron Simpson (6v, 0d) e Amir Sadollah (3v, 1d) x Brad Blackburn (15v, 9d).

Já no dia 10 para 11, o Combate e o Combate HD transmitem ao vivo o World Extreme Cagefigthing (WEC), com o retorno do ex-campeão dos pesos pena (até 66kg) Urijah Faber contra o brasileiro Raphael Assunção, de Recife.

Os americanos Jamie Varner e Ben Henderson se encontram para definir quem será consagrado o campeão absoluto da categoria leve no WEC. O atual campeão é Varner, com 16 vitórias, duas derrotas e dois empates na carreira. O interino é Henderson, com dez vitórias e uma derrota. Varner retorna ao octógono após um ano, quando derrotou Donald Cerrone em janeiro.

“Ben é um cara duro, mas eu sou campeão por uma razão. Estou confiante para esta luta e não acho que ele apresentará nenhuma ameaça ou desafio que eu não conheça. Estou pronto para mostrar ao mundo que sou o verdadeiro campeão dessa categoria”, afirmou Varner.

Ben Henderson ganhou o título de campeão interino ao derrotar o mesmo Donald Cerrone em uma luta brutal em outubro do ano passado. Para ele o reinado de Varner na categoria acaba neste domingo. “Varner é um bom boxeador e um lutador forte, então estou pronto para ir à guerra com ele. Vou deixar tudo o que sei no octógono e vencer essa disputa”, acredita Henderson.

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *