Thiago Tavares: “Só tenho uma certeza: vou vencer essa luta”

Share it

Envolvido em contusões, Thiago Tavares se apresentou em apenas uma oportunidade em 2009, na vitória sobre Many Gamburyan, em janeiro. O lutador já até planejava o que faria nas festas de fim de ano, mas um telefonema do empresário Alex Davis mudou tudo. Foi oferecido ao faixa-preta de Jiu-Jitsu Nik Lentz, lutador que vem numa série de sete vitórias. Thiaguinho substituirá Jeremy Stephens no desafio, contundido. O combate será no Ultimate Fight Night, no dia 11 de janeiro, em Virgínia (EUA). Confira o bate-papo da fera de Floripa com o GRACIEMAG.com.

Ele é bom, mas sou melhor” Thiago Tavares

Thiago volta com tudo ao UFC / Foto: Josh Hedges

Thiago volta com tudo ao UFC / Foto: Josh Hedges

O que espera desse oponente?

Já estudei bastante o jogo dele e sei o que vou fazer. Ele é um bom lutador, mas eu sou melhor. Então a expectativa é a mesma que tenho para todas as lutas. Vou para decidir, independentemente de qualquer coisa. As pessoas já sabem que eu não luto para ir para decisão. Vou para nocautear ou finalizar. Só tenho uma certeza: vou vencer essa luta. Como, ainda não sei, mas dia 11 posso te responder isso!

Em todas as outras categorias do UFC temos brasileiros pretendentes ao cinturão ou campeões. Espera conseguir isso entre os leves?

Vou ser sincero, é uma coisa de cada vez. Não posso querer subir na montanha e tropeçar na pedrinha. Mas tenho consciência das minhas habilidades, tenho evoluído muito nas minhas falhas e, a cada treino que passa, me sinto mais preparado para lutar contra os melhores da categoria. Sei do que sou capaz, mas não seria correto falar que quero lutar pelo cinturão agora. Venci minha última luta, mas vinha de derrotas e passei um tempo parado. Mas 2010 será o ano do Thiago Tavares. Espero ganhar as minhas próximas três, quatro lutas e estarei cotado para lutar pelo cinturão. E é aquilo, para ganhar de mim, só me matando lá em cima. Se pensar que vai me bater na manha, já provei que não vai.

Como seguirá os treinamentos para o desafio. Passará um tempo na ATT?

Me programava para lutar em fevereiro, então treinaria um mês na ATT, nos Estados Unidos. Mas meu empresário me ligou e perguntou se gostaria de lutar em janeiro, já que o Jeremy havia se machucado. Aceitei na hora e só faltava um mês para luta. Vinha num ritmo bom de treinamento e, se fosse para os Estados Unidos agora, perderia muito tempo. Estou com um treino bom aqui, com o Peu no muay thai, o Murilo Rupp no Jiu-Jitsu e boxe com o Kevin. Então estarei bem preparado como sempre.

Foi muito duro passar tanto tempo sem lutar?

Foi tranqüilo, porque, enquanto me tratava, pude dar atenção à carreira de outros atletas da minha academia aqui em Florianópolis, como o Ivan Batman e o Nazareno. Acabei me mantendo ocupado e, quando voltei a treinar, por eles terem lutado o ano inteiro, estavam num ritmo muito alto e isso me puxou também. Acabou que, por mais que não tenha lutado, foi um ano bem movimentado.  (Você acha que Thiago tem chance pelo cinturão? Comente a nota logo abaixo)

Ler matéria completa Read more
There are 2 comments for this article
  1. Realista at 3:53 pm

    Esse deu sorte por estar no ufc ,por que é longe de ser top 15 da categoria ,é so mais um coadjuvante logo logo Dana manda ele pra rua.

  2. Silvana at 6:33 pm

    Querido Irealista, ele tem uma carreira em ascenção, e você qual sua profissão? vc atinge seus objetivos. Garanto que vc é um ser que não realiza seus objetivos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *