“A luta ensina mais que o futebol”

Share it

Carlos Alberto, meio-campo do Vasco da Gama, admite que três anos atrás teria partido para a agressão em alguns momentos de conflito na partida contra o Campinense. Mas o equilíbrio emocional que a luta traz para o praticante e a ligação com a religião tornaram o campeão da Série B uma pessoa – e um profissional – mais controlado e tolerante.

No quadro “Não brigue, lute”, Carlos Alberto visita o projeto social Energia Olímpica, no Morro dos Cabritos (mais conhecido como Ladeira dos Tabajaras) em Copacabana, no Rio de Janeiro, e treina judô e Jiu-Jitsu com a criançada. (Confira um trecho aqui).

Amigo e fã de Vitor Belfort, o camisa 10 revela a antiga paixão pelas artes marciais: “Eu gosto das lutas desde criança, e só não levo a sério um treinamento paralelo por causa dos meus compromissos profissionais no futebol”. No Sensei Sportv desta sexta-feira, a reportagem completa com Carlos Alberto.

Também no programa, uma entrevista exclusiva com Demian Maia, que sofreu o primeiro nocaute da carreira no UFC 102 e agora treina com os irmãos Minotauro e Minotouro. E, falando em Minotouro, o Sensei Sportv traz ainda os resultados do UFC 106, transmitido ao vivo pelo Sportv no último sábado com a estreia arrasadora de Minotouro nocauteando o também brasileiro Luiz Cane Banha.

O Sensei Sportv vai ao ar toda sexta-feira, meia-noite e meia, logo após o Pisando na Bola.

Ler matéria completa Read more
There is 1 comment for this article
  1. isaias moraes at 11:48 am

    Adimiro demais o Demian Maia, tenhos seus dvds, coleciono reportagens sobre etc porem, acho que ele errou no comentario que “se Nate errasse o soco, ele embolaria a com ele e luta continuaria”. Faltou humildade. Se Nate batesse uns tres socos com ele no chão a humilhação e o hospital seriam certos. Acho que esse comentario fez mal ao esporte. Proximas lutas, alguem vai rebentar um individuo no chão, para deixar claro que ganhou de verdade.Infelizmente a falta de reconhecer os erros e dar creditos ao vencedor se repetem quando em quando. Penso que a qualidade do esporte(não surrar os desvalecidos, etc)só fará bem ao JJ, MMA etc

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *