Minotouro: ‘Mudei meu plano para vencer’

Share it

Rogério Minotouro não sentiu o peso da estréia no UFC 106, nesse sábado, e conseguiu uma contundente vitória contra Luiz Cane, o Banha, uma das grandes revelações da nova geração do MMA.

Na conferência de imprensa após o combate, ao lado de Tito Ortiz, Minotouro comentou o nocaute.

“Antes da luta consegui ver que o boxe dele era bom. Procurei usar as técnicas de Jiu-Jitsu, mas mudei o plano. Ganhei por nocaute e estou feliz”, disse o brasileiro.

Para o bom desempenho, o irmão gêmeo de Rodrigo Minotauro não deixou de lembrar o trabalho em equipe.

“Estou pela primeira vez aqui e senti muita pressão. Todos sabem o que o UFC é, mas tenho um bom time, bons treinadores, então estava muito confiante para esta luta. Eles me ajudaram bastante e acho que foi por isso que lutei bem”, finalizou.

Para a boa apresentação, Minoto contou com conselhos do irmão, mais tarimbado no octagon. Para saber o que Minotauro disse ao mano, não deixe de comprar a NOCAUTE 82#, que já está nas bancas de todo o Brasil.

Com o nocaute técnico, a 1min56s do round inicial, Minoto garantiu também a bonificação pelo nocaute da noite. O valor do prêmio foi de US$70 mil.

E quem engordou a conta bancária foi Josh Koscheck. A luta contra Anthony Johnson foi eleita a melhor da noite – uma injustiça, já que a luta parou duas vezes por dedo no olho de Johnson. Além disso, o mata-leão no segundo assalto valeu como melhor finalização – outra injustiça, agora com o triângulo de Kendall Grove.

Assim, o marrentão de cabelos tingidos adicionou mais US$ 140 mil ao salário.

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *