Um dia no Rio com Big John McCarthy

Share it

Big John veio com a esposa ao Rio, e visitou o Maracanã. Fotos: Carlos Ozório.

“Are you ready? (você está preparado?)”. Essa será a pergunta que Big John McCarthy fará aos lutadores do Bitetti Combat neste sábado, 12 de setembro, no Maracanãzinho. O árbitro, que por muito tempo mediou os principais combates do UFC, chegou ao Rio na quarta-feira e, nesta quinta, foi ver de perto não apenas o ginásio onde serão realizados os combates. Deu um passeio pelo Rio de Janeiro ao lado da reportagem e conheceu o Maracanã.

“O que você sabe falar em Português?”, perguntou Fernando Miranda, organizador do Bitetti Combat. Big John pensou e respondeu aos risos: “Porrada!.”

Esta é a segunda vez do juiz no Brasil. Ele já esteve em São Paulo, quando aconteceu o UFC Brasil. E na primeira oportunidade na Cidade Maravilhosa, no Maraca, não tardou a ser presenteado por um fã com a camisa do Flamengo, que joga no estádio no mesmo dia do evento de MMA. “Mas que camisa feia!”, diziam alguns, enquanto outros elogiavam Big John, que não parava de rir. O GRACIEMAG então conversou com ele:

Big John e seu presente.

O que acha de um evento desse porte no Brasil?

Big John: É ótimo, será um grande show. Os brasileiros poderão finalmente ver grandes astros deste esporte em ação. Vários lutadores são do Rio de Janeiro e será especial vê-los em ação na própria cidade. Os fãs finalmente serão capazes de vê-los ao vivo e perceber o quanto eles são especiais.

Tem preferência por algum dos lutadores?

Gosto de todos os lutadores que estão no card.

Dá para arriscar um palpite de qual será a melhor luta?

É difícil saber qual será a maior luta. Só saberemos quando a noite acabar. O Ricardo Arona tem muita experiência, já lutou no Japão. Murilo Ninja já lutou no Japão e nos Estados Unidos, o Marvin Eastman também… São lutadores que se equivalem em todas as lutas do card.

Tem algo de que você goste muito aqui no Brasil?

Gosto de rodízio! (Risos.) A comida brasileira é uma das melhores, é incrível.

E quanto à música e cultura? Algum tipo de música que goste?

Escuto as músicas que ouço normalmente. O bom de conhecer outros países é ver como as pessoas são – e o povo brasileiro é muito amigável. É bom saber como as pessoas são maravilhosas e especiais.

Você vai voltar ao UFC?

Ainda não sei e não estou preocupado com isso. Me divirto fazendo o que eu faço e vamos ver o que acontece.

 

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *