Mundial peso-galo: a dura missão de ser bicampeão

Share it


Mundial 2009 – Inscritos:

Alliance                          Bruno Malfacine
Brasa                             Felipe Costa
Brazilian Fight                   Pablo Teixeira
Cesar Gracie                      Caio Terra
Newaza-World                      Mikio Oga
Nucleo                            Rhuando Cavalcante
Paraestra                         Makoto Sawada
Total: 7

Nos Mundiais, o peso galo é marcado por uma extrema variação de campeões, com um detalhe ainda mais marcante: a partir de 2001 (ou seja, nesta década), nenhuma equipe conseguiu emplacar o campeão mais de uma vez. E só um lutador na História, Omar Salum (Gracie Humaitá), conseguiu repetir o título, e o fez de forma consecutiva em 1999 e 2000.

Terreno esquisito, então, para o atual campeão, Caio Terra – que inclusive perdeu no Pan finalizado, ainda que no pluma? Não creio.

Caio é o cara certo para fazer esta escrita, com o perdão do trocadilho, cair por terra. No Pan, estava vindo de lesão, não treinou e só perdeu para o vencedor, o japonês Yoshihiko Matsumoto. Mas, para ser bicampeão, vai ter de passar pelo campeão de 2007, Bruno Malfacine, e sua torcida da Alliance, que sempre pega no pé de Caio. Promessa de lutaço.

Escrita ruim vive o carioca Felipe Costa (Brasa), que já coleciona quatro bronzes na categoria, além do ouro de 2003. Ele garante que vem treinado como nunca, fisicamente inclusive, para não repetir o resultado de 2008, 2006, 2005 e 2004. Quem canta de galo no fim?

Palpites: Caio Terra e Mikio Oga (respeitando a maldição de um campeão de uma nova academia)

Pódios da categoria*

2008 1) Caio Terra (Cesar Gracie); 2) Yusuke Honma (Paraestra); 3) Felipe Costa (Brasa); 3) Bruno Malfacine (UGF)

2007 1) Bruno Malfacine (UGF); 2) Yusuke Honma (Paraestra); 3) Mikio Oga (Newaza World); 3) André Soares (ATT)

2006 1) Daniel Otero (Fabrício JJ); 2) Ivaniel Oliveira (Carioca), Felipe Costa (Brasa), Samuel Braga (Gracie Barra)

2005 1) Samuel Braga (Gracie Barra); 2) Gabriel Moraes (Monteiro); 3) Felipe Costa (Brasa); 3) Thiago Veiga (Luiz Cláudio)

2004 1) Gabriel Moraes (Monteiro); 2) Geremias Maia (Gracie Barra)3) Felipe Costa (Brasa); 3) Marcus Norat (Gracie Humaitá)

2003 1) Felipe Costa (Master); 2) Daniel Otero (Tanque); 3) André Soares (BTT); 3) Eduardo Ramos (FJJAM)

2002 1) Marcos Norat (Gracie Humaitá); 2) Marcos Oliveira (Carlson) 3) Takeo Tani (Gracie Barra); 3) João Marcio Pontes (FJJAM)

2001 1) Bernardo Pitel (Nova União); 2) Alison Melo (Nova União); 3) Marcos Oliveira (Carlson); 3) Ralph Pires (Alliance)

2000 1) Omar Salum (Gracie Humaitá); 2) Marcelo Pereira (Nova União); 3) João Marcio (Nova União); 3) Pablo Ian (Bolão)

1999 1) Omar Salum (Gracie Humaitá); 2) Ralph Pires (Wall Street); 3) Sergio Torres (Nova União); 3) Pablo Ian (Bolão)

1998 1) Marcelo Ferreira (Nova União); Marcio Galvão (Nova União); 3) Luiz Sergio (Carlson)

1997) 1) Robson Moura (Nova União); 2) Marcio Galvão (Oriente), 3) Armando Conde (Equilíbrio)

1996) 1) Marcos Barreto (Ac. Monir); 2) Nikos Bahlzetis (Suíça)

*Resultados fornecidos pela IBJJF em seu site oficial. Para mais, ibjjf.com.

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *