WPJJC: João Gabriel e Monique Elias absolutos na seletiva de Jiu-Jitsu para Abu Dhabi

João Gabriel fechou o absoluto. Foto: Vitor Freitas/GRACIEMAG

João Gabriel fechou o absoluto. Foto: Vitor Freitas/GRACIEMAG

O domingo 19 de janeiro marcou o terceiro e último dia da primeira peneira para o WPJJC dos Emirados, na cidade de Osasco, em São Paulo. O ginásio Prefeito José Liberatti recebeu as disputas dos absolutos, que premiaram com passagens aéreas para o torneio principal em Abu Dhabi.

Para relembrar como foram as lutas no sábado, clique aqui.

Os faixas-azuis iniciaram as ações no domingo com o absoluto quebrado em duas divisões, até 82kg e acima de 82kg no masculino. Entre os leves, Paulo Gabriel (Dida Jiu-Jitsu) venceu Marlus Salgado (SAS) na final, para garantir a passagem. No aberto azul pesado, Renato Tagliari foi o destaque. A fera da Nova União venceu Frank Dumont (Zenith) na disputa pela passagem aérea.

No aberto leve feminino, até 66kg, Brenda Heller (Gracie Humaitá) garantiu o pacote para Abu Dhabi após vencer Andressa Cintra (Nova União) por uma vantagem. Brenda vem a ser irmã deste repórter. Já no feminino pesado, acima de 66kg, Pamela Ventura (GFTeam) venceu Heloisa Silva (Dida JJ) na final.

No absoluto faixa-roxa leve e pesado, os destaques foram os finalizadores Horlando Monteiro (Nova União), que pegou Fellipe Andrew (Zenith) no triângulo, e o aluno de Mário Reis Nicholas Meregali (Alliance), campeão no aberto pesado depois de apertar o pescoço de Helton José (Cícero Costha), com um estrangulamento rodado.

Entre as meninas, Ana Vieira (GFTeam) fechou com a colega de equipe Talita Alencar o aberto leve até 66kg. No pesado, Tayane Porfirio (Brigadeiro) foi destaque ao vencer Bruna Alsmar (Barbosa) na final.

No absoluto marrom leve, Manuel Ribamar (Cícero Costha) venceu Felipe Cesar (Barbosa) na final e vai viajar para Abu Dhabi em abril. No aberto pesado marrom, Victor Honório (GFTeam) venceu Kaue Damasceno (Nova União) na disputa pelo título.

Campeão na divisão até 100kg, João Gabriel Rocha (GFTeam) fechou o absoluto faixa-preta com o companheiro Thiago Gaia. No absoluto feminino marrom e preta, Monique Elias (Alliance) venceu Talita Treta (Ryan Gracie), reeditando a final da categoria até 72kg.

Quais campeōes vão buscar o título em abril, nos Emirados? Mande seu palpite.

Compartilhe


13 respostas para “WPJJC: João Gabriel e Monique Elias absolutos na seletiva de Jiu-Jitsu para Abu Dhabi”

  1. Pedro Ivo disse:

    Cara, o João é um moleque bom demais de Jiu Jitsu! ta se destacando geral, mesmo sendo faixa preta a pouco tempo.O probleminha é que ele está numa geração que é dominada por dois caras (Rodolfo x Buchecha). E esses dois caras a cada mundial chegam melhores do que no mundial anterior. Rodolfo esse ano finalizou 7 de 9 lutas e Buchecha 5 de 8 (ou de 7, não lembro bem), e ano que vem tenho certeza que os caras vão chegar voando mais uma vez, já que ambos disseram que o foco total é no BJJ, que nem pensam em MMA pra agora.

  2. Pedro Ivo disse:

    Sem contar que agora que ele é GFTeamprovavelmente nãovaimais lutar com o Rodolfo.

  3. Gustavo Ricci disse:

    Esse absoluto preta foi ridículo, o joao gabriel nao fez uma unica luta para ser campeão, essa categoria se resumiu a gfteam entregando luta pra companheiro de equipe. ..

  4. Fazer o que se as outras equipes não entraram!? É só botar a cara! Na categoria não teve pra ninguém com ele…

  5. Diego Andrade disse:

    Foi sim João Gabriel migrou pra GFteam

  6. É muito legal conseguir fechar uma categoria junto com um companheiro de equipe. Conseguir que dois companheiros de equipe que treinam juntos e que se encontram na final é a melhor coisa para uma equipe, mas no final das contas só existe um campeão que ficou com a medalha de ouro e um que ficou com a medalha de prata. Infelizmente não existe dois "campeões mundias absolutos" por exemplo. E pelo o site do Abu Dhabi Pro o Thiago Gaia que ficou com o título e Joao em segundo, então na verdade o Thiago Gaia é o campeão do absoluto. Não tem problema nenhum em falar que fechou e com quem ficou com título mas de falar que os dois são os campeões, não faz sentindo.

  7. Diego Nascimento disse:

    Falou tudo!

  8. Diego Nascimento disse:

    Rodrigo Silva , virou lekão. Desde o adcc!

  9. Lutei o Absoluto Azul acima de 82 e consegui chegar na semi final, como não tenho passaporte deixei o Atleta Frank Dumont ( Zenith) passar para lutar a final. Fiquei feliz chegando em 3 lugar, lutando com alguns atletas de muito bom. Fiz apenas 1 treino em 2014, e 2013 não treinei devido alguns problemas particulares. Esse ano vou treinar muito mais, e quem sabe em 2015 eu consiga lutar em Abu dabhi. Oss

  10. Pedro Rocha disse:

    PARABÉNS IRMÃO, CAMPEÃO ABSOLUTO!!!! =)

Deixe uma resposta


Tags Relacionadas

Notícias