Canal Combate apura o que fez um músico sair na porrada no MMA

O cantor Bruno Scornavacca estreou com finalização no MMA. Foto: Divulgação

O cantor Bruno Scornavacca estreou com finalização no MMA. Foto: Divulgação

“O Jiu-Jitsu não era o meu forte não. Mas agora está na veia”, diz o cantor Bruno Scornavacca, músico do KLB que decidiu sair da zona de conforto do show business e levar a teste seus anos e anos de artes marciais.

O que levou o artista a deixar seus medos para trás e sair na mão contra outro cara?

É isso que o programa “Revista Combate”, do canal Combate, aborda neste domingo. Bruno falou sobre sua luta no evento Fair Fight para a repórter Renata Aymoré, e sobre um aspecto que une estrelas da música e atletas iniciantes de todas as origens: a pressão ou o apoio familiar.

“Meu pai é meu maior incentivador. Ele sempre me ensinou a me defender, mas nunca achei que meus pais fossem ir lá me assistir (no MMA). Tive a oportunidade de mostrar para quem me criticou que o MMA pode ser praticado por todos”, diz Bruno, que finalizou a luta com um estrangulamento.

O programa “Revista Combate” vai ao ar a partir das 20h deste domingo, no canal Combate,  e ainda traz uma entrevista exclusiva com o gigante Antonio Pezão, e quadros com Dan Henderson, Joe Moreira, Gesias Cavalcanti, Marcelo Brigadeiro, Chris Weidman e Lyoto Machida.

Compartilhe


Deixe uma resposta


Tags Relacionadas

Notícias