As 4 lutas que mais impressionaram André Galvão no Mundial de Jiu-Jitsu 2012

Andre Galvao celebra ouro no Houston Open de Jiu Jitsu Foto por Calimbas

André Galvão festeja durante o Houston Open de Jiu-Jitsu, em fevereiro. Foto: Mike Calimbas.

Sem a pressão e a adrenalina de competir, André Galvão fez uso da folga forçada no Mundial de Jiu-Jitsu 2012 para aprender com os companheiros de faixa-preta.

O professor da Atos, punido por má conduta ao pular o alambrado durante uma luta entre faixas-roxas, comentou o que aprendeu com os companheiros e oponentes. Confira:

1. Final do absoluto: Marcus “Bochecha” vs Léo Nogueira (6 a 6)

“A luta que mais gostei de ver foi a final do absoluto, Bochecha contra Léo Nogueira. Pudemos conferir mais uma vez que a luta só acaba quando o tempo acaba. Mesmo restando apenas 15 segundos, Bochecha fez muita coisa, e tudo de uma vez só, praticamente. Quedou, passou e montou, foi excelente. O Bochecha, mesmo com aquele tamanho todo, movimentou-se como um peso leve! Acho até que se o Xande acreditasse como o Bochecha, poderia ter feito o mesmo na final dos pesados contra o Rodolfo, e vencido no fim.”

2. Final dos pesados: Rodolfo Vieira vs Xande Ribeiro (2 a 2)

“Na minha opinião, o Xande poderia ter levado o ouro. Mas deixou para dar o sangue final tarde demais. Mas estão ambos, Rodolfo e Xande, de parabéns, lutaço. Quando há movimentação na luta, fica mais interessante de ver e de vibrar. Acho que foi nesta luta a cena que mais me marcou em todo o Mundial: as formas com que o Xande defendia as quedas do Rodolfo. O bicho parecia um gato, sempre caindo em pé!”

3. Final dos leves: Leandro Lo vs Lucas Lepri (0 a 0)

“Gostei também do Leandro Lo. Eu gosto do Lucas Lepri, ele é parceirão, mas o Lo tem um Jiu-Jitsu bonito e muito movimentado. Ele parece que luta igual aquele Diabo da Tasmânia, o do desenho animado, sabe? É maneiro vê-lo se movimentando.”

4. Final peso-pena feminino: Michelle Nicolini vs Marina Ribeiro (0 a 0)

“Outra luta que adorei ver foi a da Michelle Nicolini contra a Marina. Caramba, que lutão, altamente técnico, excelente, e entre companheiras de equipe. Parabéns para as duas.”

E para você, leitor? Qual foi sua luta favorita? O que você aprendeu com ela?

Compartilhe



Fatal error: Uncaught Exception: 190: Error validating application. Application has been deleted. (190) thrown in /srv/users/xdevs/apps/graciemag/public/pt/wp-content/plugins/seo-facebook-comments/facebook/base_facebook.php on line 1273