Tarsis Humphreys comenta retorno após 9 meses machucado

Tarsis Humphreys em ação na seletiva do WPJJ, em Gramado

Tarsis Humphreys em ação na seletiva do WPJJ, em Gramado

Foram nove meses sem treinar Jiu-Jitsu, nem tampouco vestir o kimono, graças a uma contusão no joelho. Após cirurgia realizada em maio de 2011, o suor de Tarsis foi derramado na sala de fisioterapia.

No último fim de semana, ainda pouco treinado, Tarsis resolveu lutar a seletiva de Jiu-Jitsu de Gramado para recuperar a confiança. Deu tudo mais do que certo. Na categoria até 92kg, apenas o ouro escapou, mas para o paulista da Alliance o saldo foi positivo.

“Senti o gás, mas graças a Deus não senti nada na contusão. Agora é voltar a fazer preparação física para recuperar a força e cansar menos, para voltar ao topo”, comentou o faixa-preta paulista, na sala VIP do aeroporto de Porto Alegre.

“Pela primeira vez em muito tempo, senti totalmente a adrenalina desde a primeira luta. As pernas pesadas… Mas o principal era recuperar a confiança nos movimentos”, explicou Tarsis.

Souza venceu Tarsis por 4 a 0 na final

“Na final com o Alexandre Souza eu estava bem cansado, com as pernas esgotadas. Quando ele arrebentou as pegadas para passar, eu já fui para me segurar do jeito que dava. Ele botou os ganchos e venceu por 4 a 0. Na semifinal contra o Alexandro Ceconi eu já estava sentindo a parte física. Quando ele começou a botar pressão por cima, eu pus na guarda 50/50 e pensei, seja o que Deus quiser. Lembrei que ele em Abu Dhabi tinha passado até a guarda do Rominho Barral, algo que quase ninguém consegue… Mas minha guarda funcionou, resisti na raça e ele não passou, e segurei o placar de 2 a 0″, resumiu. (Veja a semifinal entre Tarsis e Ceconi abaixo.)

O campeão Alexandre de Souza, outro sumido das competições, comentou a vitória. “Eu senti umas contusões, mas na real estou selecionando bem as competições que entro, por isso o pessoal não tem me visto lutando. Na final eu imaginava que o Tarsis fosse puxar para a guarda, então consegui por pressão, arrebentar as pegadas e chegar às costas. Tentei arrochar o pescoço mas ele se defendeu bem. Agora é lutar pelo ouro em Abu Dhabi em abril”, comemorou o campeão da seletiva.

Compartilhe


Deixe uma resposta


Tags Relacionadas

Notícias Vídeos