6 dicas de alimentação para aumentar sua energia no Jiu-Jitsu

Um prato de salada e massa da Dieta Gracie: saúde para o seu Jiu-Jitsu. Foto: Carol Nakagawa/Arquivos GRACIEMAG.

Um prato de salada e massa da Dieta Gracie: saúde para o seu Jiu-Jitsu. Foto: Carol Nakagawa/Arquivos GRACIEMAG.

Sempre recomendado por nossa colunista Adriana Gracie, o blog Mistura Viva está sempre antenado com os princípios da boa alimentação como sinônimo de um organismo sem doenças. Recentemente, o blog listou seis princípios para você comer bem, ficar mais saudável e com muito mais energia para o dia-a-dia.

Clicando aqui, você confere o artigo na íntegra. Abaixo, o GRACIEMAG.com destaca os melhores trechos.

1. Respire melhor e elimine mais toxinas

Poucos praticantes de Jiu-Jitsu dão a atenção necessária para a respiração. Repare que a oxigenação do seu organismo é diretamente ligada à saúde e energia diária.

“A falta de oxigênio parece desempenhar um papel importante, fazendo que células se tornem cancerosas. É certo que afetam a qualidade da vida das células”, diz o blog.

O sistema linfático é ativado por respiração profunda. A prática de respiração profunda e exercícios como a ioga eliminam as toxinas do corpo 15 vezes mais do que com a respiração normal e apressada, garante o artigo.

2. Coma alimentos ricos em água!

Lembre-se: a qualidade de sua vida depende da qualidade da vida de suas células. Então, ao trabalho: frutas frescas, verduras, legumes, brotos, e muita água.

“Sua dieta deve conter 70% de alimentos ricos em água. Quanto mais baixo o nível de água, mais probabilidades você tem de contrair desequilíbrios (doenças)”, diz o artigo.

3. Combine os alimentos com sabedoria

“Cuide de seu estômago durante os primeiros 50 anos, e ele cuidará de você nos 50 seguintes”, é a lição do Dr. Steven Smith.

Você come carne e batata juntos? E queijo e pão, leite e cereais, ou peixe e arroz? E se você soubesse que essas combinações são totalmente destrutivas para seu sistema digestivo e que lhe tiram energia?

Coma só um alimento condensado por refeição. O que é um alimento condensado? Qualquer alimento que não seja rico em água. Por exemplo, carne-seca é condensado, enquanto uma melancia é rica de água.

Esteja certo de não comer amido, carboidrato e proteína na mesma refeição.

4. Coma pouco, e cuidado com o líquido durante a refeição

Você se levanta cansado pela manhã, mesmo após oito horas de sono? Sabe por quê? Enquanto dorme, seu corpo está trabalhando extraordinariamente para digerir as combinações de alimentos incompatíveis que você pôs em seu estômago.

Coma com leveza antes de dormir, apenas para saciar a fome. Se quiser comer muito, coma salada. E só coma frutas depois das 21h. Lembre-se, após ingerir uma refeição adequadamente combinada, deve-se esperar pelo menos de três a quatro horas antes de ingerir qualquer outro alimento.

É importante anotar que beber às refeições dilui os sucos digestivos e atrasa o processo de digestão, então não beba muita água, especialmente gelada.

5. Coma mais frutas!

A fruta é o mais perfeito alimento do planeta, pois gasta uma quantidade mínima de energia para ser digerida e dá ao seu corpo o máximo em retorno. Mínimo esforço para o máximo de resultados, já ouviu isso antes aqui em GRACIEMAG?

“O único alimento que faz seu cérebro trabalhar é glicose. A fruta é principalmente frutose – que pode ser transformada com facilidade em glicose. Na maioria das vezes, 90 a 95% da fruta é composta de água. Isso significa que ela está limpando e alimentando ao mesmo tempo!”

Coma frutas ao acordar e de estômago vazio. Seu coração e o organismo em geral vão agradecer.

6. Coma menos proteína!

A porcentagem de proteínas no leite materno não passa muito de 2,38%, você sabia? Então, de onde vem essa ideia fixa de que precisamos de tanta proteína para ficarmos fortes e saudáveis?

Dr. Mark Hegstead, professor de nutrição da Harvard Medical School, confirmou que a maioria dos seres humanos parece adaptar-se a qualquer quantidade de proteína que esteja disponível para eles. Ou seja: se você fizer uma dieta vegetariana bem balanceada, vai conseguir toda proteína de que necessita!

Para contar com energia para treinar, você só precisa da glicose das frutas, vegetais e brotos.

Mas e o mito de que proteínas aumentam a resistência? ”Errado. Proteína em excesso dá ao corpo nitrogênio em excesso, que causa fadiga”, diz o artigo. “E quanto à questão das proteínas fortalecerem os ossos? Errado outra vez. É o contrário. Muita proteína tem estado ligada à osteoporose, degeneração e enfraquecimento dos ossos. Os ossos mais fortes do planeta pertencem aos vegetarianos”.

Leite e carne só congestionam seu organismo. Para consumir cálcio, invista nos vegetais verdes, nozes, gergelim, nabos verdes. E nos queijos brancos, em pouca quantidades, nas saladas.

Que tal, leitor, aprendeu algo? E para você, o que te dá energia para treinar? Divida com a gente, abaixo!

Compartilhe


11 respostas para “6 dicas de alimentação para aumentar sua energia no Jiu-Jitsu”

  1. Markinhosgracie disse:

    a dieta gracie é formidável………. para quem tem dinheiro e força de vontade, é claro, né!!!!!!!!!

  2. BOXE NA VEIA disse:

    Concordo com quase tudo menos parte das Proteinas.

  3. Muuito bom esse post, não sabia da carne com batata!!! rsrs

  4. Acho que o dinheiro não é problema… pois é tudo feito com alimentos naturais e que são baratos. Basta disciplina para organizá-los dentro da sua rotina. Eu acho sensacional toda esta idéia e, por mais que eu não siga totalmente a dieta gracie, inspirar minha alimentação nestas regras já mudaram totalmente meu estado mental e físico. Minha disposição aumentou muito e tenho me sentido muito bem!

  5. Conrado disse:

    que dinhero,cara? caro é carne pra caraleo e mcdonalds

  6. Marcola BJJ disse:

    Cortar LEITE???

    Aí não dá né…

    Carne até que vai, alimento pesado, difícil digestão e tal, mas um leitinho que mal que faz po?

  7. neto disse:

    ESTOU EM DIETA E DEPOIS DO TREINO SEMPRE FICO SEM SABER O QUE COMER PORQUE O TREINO ACABA 22:30H. ME AJUDA POIS QUERO A CADA DIA APRENDER MAIS SOBRE A DIETA GRACIE… VALEU

  8. Tobias disse:

    dieta gracie mto boa,mas há alimentos que não é facil encontrar na minha região,e se encontrar é mto caro,que tal a revista passar alimentos encontrados em todo o país com os mesmos valores nutricionais,vai ai a dica de um cardápio para os praticantes de BJJ que como eu não tem condiçoes de adquirir certos alimentos,seja por não existir em sua região ou por condiçoes financeiras

  9. “Esteja certo de não comer amido, carboidrato e proteína na mesma refeição.”
    Ou seja, esqueça o bom e velho arroz, feijão, macarrão e o bifinho esperto. Nutricionistas de plantão que me desculpem, mas prefiro manter minha baixa eficiência alimentar.

  10. Augusto Loa disse:

    Antes de comentar sobre minha alimentação gostaria de qualificar alguns itens:

    1 – Falta comentar a importância da ingestão de gordura, faltando citar a ingestão de nozes e castanhas moderadamente.

    2 – Discordo da parte de consumir menos proteína, você precisa dela para que não perca musculatura e que a ganhe também. Afirmarem que eu excesso faz mal é lógico, assim como carboidratos, lipídios, vitaminas.. etc, em excesso também são negativas. E caso você a consuma em excesso, ela também sera usada na criação de glicose. Seria melhor ter afirmado o menor consumo de carboidratos.

    3 – Gostei, não sabia que até a quantidade de água dos alimentos podem roubar energia, e nem que a sua respiração durante o dia deveria ser cuidadosa, foi uma informação extra.

    Agora quanto a minha alimentação: O que me dá mais energia é o clássico açai!

  11. Augusto Loa, a respeito da proteína, acredito eu, que foi aconselhado a não ingerir em excesso, isto não quer dizer para consumir pouca proteína.

    Boa a dica também sobre a gordura, (alguns chamam de reserva de energia), além da gordura, é importante falar sobre o tipo de gordura.

    Minha opção para o melhor desempenho energético também é o Açai!

    Excelente artigo.

Deixe uma resposta


Tags Relacionadas

Notícias