Mundial de Jiu-Jitsu 2018: A chave de pé que desclassificou o rival de Leandro Lo

Share it
Leandro Lo competing in New York in 2014

Leandro Lo em foto de Erin Herle/GRACIEMAG

Encerrado nesse domingo, 3 de junho, o Campeonato Mundial de Jiu-Jitsu de 2018 realizado pela IBJJF levantou o público e provocou milhares de comentários entre os praticantes, com lances emocionantes, instrutivos ou mesmo curiosos.

Um lance que provocou debates nas redes sociais de GRACIEMAG aconteceu durante a disputa do absoluto faixa-preta, ainda em sua fase classificatória, realizada no sábado, dia 2 de junho. Em sua primeira luta no absoluto, o eventual campeão Leandro Lo encarou Nick Schrock (Ribeiro JJ), mas o duelo foi encerrado de forma repentina.

Enquanto Lo fazia guarda, Nick viu um pé sobrando e não pensou duas vezes: atacou com uma chave. O lance, porém, foi interrompido pelo árbitro, que enxergou uma infração no golpe, o que resultou na desclassificação do jovem americano.

O que aprendemos com a situação? Onde o atleta errou?

Segundo comentários escutados na Pirâmide, a infração foi de fato por cruzar a perna em cima do joelho. A situação de cruzar o joelho ao atacar uma chave de perna se deu por ambos os lutadores estarem em situação para a chave de pé reta; assim, se um competidor posiciona a perna adversária sobre a própria perna, está de acordo com as regras induzindo o oponente ao erro de cruzar, o que configura a desclassificação.

Para outros faixas-pretas de olho no lance, contudo, Nick também acabou por torcer o pé de Lo em sentido inverso ao permitido: ao atacar na chave adaptada e girar a perna de Lo contra o sentido do joelho, o golpe estaria pondo em risco os ligamentos do joelho e a integridade física do atleta.

E na sua visão, amigo leitor e especialista, houve falta do atleta Schrock passível de desclassificação? Reveja o lance no vídeo abaixo e deixe seu recado nos comentários!

Ler matéria completa Read more
There are 6 comments for this article
  1. Alessandro Almeida at 4:33 pm

    Pelo que pude ver e entender da posição, não havia risco ao ligamento do Leandro Lo, desde que a perna direita do adversário não esteja cruzada sobre a coxa esquerda do Lo, o que fica difícil de ver pelo angulo da imagem. Mas pra mim, não foi nada.

    • Raph at 5:45 pm

      Pelo que eu entendi, o adversário colocou a perna do Lo em posição de desclassificação, ou seja, cruzou a perna do Lo por cima da dele e passou o pé dele da própria cintura. Como não foi o Lo que errou, mas o outro que deliberadamente fez ele “errar”, desclassificação correta.

      • Danilo Moreira at 7:22 am

        Concordo ctg em partes, mas tem um ponto na regra que diz que a desclassificação ocorre se o atleta fizer o adversário cruzar na intenção de enganar o árbitro (propositadamente), tentando assim desclassificar o oponete, que na minha opinião não pareceu ser o caso, como diz em um ponto (na parte de faltas graves, se não me engano é no item 6) se o ato de colocar o adversário em situação passível de desclassificação não for intencional (nesse caso de cruzar a perna do Lo), teria q ter parado a luta, descruzado e dado punição, não desclassificação.

  2. Aldo at 3:58 pm

    O árbritro interpretou errado a regra. Ele tbm pode errar. Não houve situação alguma ali que justificasse a desclassificação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *