Mundial de Jiu-Jitsu 2018: Os campeões na faixa-preta adulto

Share it

Última atualização – 23:41

O Campeonato Mundial de Jiu-Jitsu da IBJJF, encerrado no domingo 3 de junho, viveu um momento inédito, no fim da tarde em Long Beach, Califórnia. Na final dos superpesados, Leandro Lo duelava com Mahamed Aly quando, ao tentar defender uma queda, acabou vendo o ombro sair do lugar.

O valente Lo insistiu, tentou voltar mas foi começar a fazer guarda para sentir de novo a lesão. Drama na Pirâmide de Long Beach. Aly sagrava-se campeão, mas e o absoluto, que seria disputado entre Lo e Marcus Buchecha, numa repetição da final de 2017? Ficaria o público e o evento sem a luta mais aguardada, como no ano de 2010, quando Romulo Barral se contundiu e Roger Gracie faturou o trono? Ou em 2015, quando Bernardo Faria levou o ouro também sem a luta final, após o dinamarquês Alexander Trans machucar o joelho? Sim, mas foi diferente.

Era noite no Brasil quando deu-se o momento histórico: surpreso, Leandro Lo viu o árbitro Rodrigo Totti erguer o braço que estava intacto, enquanto o direito se apoiava numa tipoia por baixo do kimono. Apesar do ombro direito lascado, Lo abraçou forte o amigo Marcus Buchecha, penta absoluto, e agradeceu a gentileza. “Você mereceu”, disse Buchecha, para um incrédulo Lo, que se tornou o 12º rei absoluto do Mundial de Jiu-Jitsu.

Confira os demais resultados a seguir.


Feminino

GALO
Rikako Yuasa (Shinagawa) venceu Serena Gabrielli (Flow) por 6 a 2 nos pontos

PLUMA
Amanda Nogueira (GFTeam) venceu Talita Alencar (Alliance) por 1 a 0 nas vantagens

PENA
Karen Antunes (Checkmat) venceu Ana Carolina Schmidt (Marcos Cunha) na decisão dos juízes

LEVE
Bia Mesquita (Gracie Humaita) venceu Luiza Monteiro (Atos) por 3 a 1 nas vantagens

MÉDIO
Ana Carolina Vieira (GFTeam) finalizou Raquel Pa’ahlui (Checkmat) no ezequiel

MEIO-PESADO
Cláudia Do Val (De La Riva) finalizou Monique Elias (Alliance) na mão de vaca do triângulo

PESADO
Nathiely de Jesus (Unity) venceu Maria Malyjasiak (Zenith) por 1 a 0 nas vantagens

SUPERPESADO
Tayane Porfírio (Alliance Rio) finalizou Venla Luukkonen (Hilti BJJ) na americana

ABSOLUTO
Tayane Porfírio (Alliance Rio) venceu Nathiely de Jesus (Unity) por 12 a 0 nos pontos

Masculino

GALO
Bruno Malfacine (Alliance) finalizou Rodnei Barbosa (Qatar) no armlock

PLUMA
Michael Musumeci (Caio Terra) venceu Ary Farias (Atos) por 4 a 0 nos pontos

PENA
Shane Hill-Taylor (Lloyd Irvin) venceu Leonardo “Cascão” Saggioro (BTT) por 4 a 2 nos pontos

LEVE
Lucas Lepri (Alliance) venceu Renato Canuto (Checkmat) por 4 a 0 nos pontos

MÉDIO
Isaque Bahiense (Alliance) venceu Tommy Langaker (Kimura) por 2 a 0 nos pontos

MEIO-PESADO
Lucas Hulk e Gustavo Braguinha fecharam para a Atos Jiu-Jitsu

PESADO
Felipe Preguiça (Gracie Barra) venceu Patrick Gáudio (GFTeam) por 4 a 3 nas vantagens após 8 a 8 nos pontos

SUPERPESADO
Mahamed Aly (Lloyd Irvin) venceu Leandro Lo (Brotherhood) por interrupção médica (lesão no ombro)

PESADÍSSIMO
Marcus Buchecha (Checkmat) venceu João Gabriel Rocha (Soul Fighters) na decisão dos juízes

ABSOLUTO
Leandro Lo (Brotherhood) ficou com o ouro após fechar com Marcus Buchecha (Checkmat)

Ler matéria completa Read more
There are 16 comments for this article
  1. Piccolo Daimao at 11:04 pm

    É sério mesmo que estes BABACAS fecharam uma final de absoluto??? Vai se foder, por isso que o Jiu-Jitsu é essa bosta sem graça que é hoje em dia, bons tempos de rivalidade entre equipe Carlson Gracie vs todo mundo, e Roger vs Jacaré!!! >:(

    • M Chaves at 11:31 pm

      De qualquer forma não teria luta amigo, o Lo tirou o ombro duas vezes na final da sua categoria. Grande atitude do Buchecha. Oss

    • RafaelBJJ at 10:45 am

      oo bonitao… o LO machucou a ombro e não pôde lutar por isso eles não lutaram ..Buchecha deu o Absoluto pra ele em nome da amizade e humildade entre os dois…sai do teclado e vai vestir um kimono …samurai virtual..kkk…

      • Piccolo Daimao at 2:18 pm

        Não sou a mãe Diná pra ficar adivinhando o porque de terem fechado a categoria, e tão pouco me interessa os motivos.

        Se o motivo foi realmente este, então eu fico muito mais indignado ainda. Tem nada de bonito nessa história.

  2. Júnior martins at 7:30 am

    O cara não procura saber o motivo pq eles fizeram isso e fica falando um monte. Antes de criticar essa atitude, você deveria se informar mais. BABACAS? O Buchecha mostrou uma humildade monstra. O JJ não vai pra frente por conta de pessoas feito vc, mal informadas e só vem aqui criticar achando que é o bam bam bam.

    • Piccolo Daimao at 2:13 pm

      Então só lutador de jiu-jitsu pode entender quando alguém dá a medalha de ouro por camaradagem, ou dózinho, para o coleguinha machucou o ombro e não podia lutar. Tendeu.

      • wenner at 4:22 pm

        Piccolo perdeu a chance de ficar calado e refletir sobre o espirito esportivo. Ou caso não queira refletir, deixarei aqui as palavras de Romário: vc calado seria um poeta.

  3. Aaron Stewart at 2:50 pm

    A pedreira que é chegar numa final de Mundial Absoluto da Faixa-preta de Jiu-Jitsu, acredito que o Lo seja merecedor pelo conjunto da obra, pela batalha e pela perseverança. O Buchecha não precisa provar mais nada…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *