O campeão de Jiu-Jitsu que superou um acidente de moto para voltar a vencer

Share it

Rafael Carino venceu sua primeira de 2018 e quer ainda mais. Foto: Divulgação

Foi por pouco, mas Rafael Carino conseguiu se recuperar a tempo de participar do seu primeiro campeonato de Jiu-Jitsu em 2018. Duas semanas antes do Troféu Brasil, a terceira etapa do Circuito Brasil Open Mineirinho, que aconteceu no último final de semana no Clube Municipal, no Rio de Janeiro, o faixa-preta da Nova União se envolveu em um acidente de moto, que o impossibilitou de colocar o kimono para treinar. Mesmo avariado por conta do acidente, Carino conseguiu participar da competição e faturar a medalha de ouro em sua categoria.

“Foi meu primeiro campeonato este ano e eu tive que ser bem estratégico. Recentemente sofri um acidente de moto saindo do projeto social onde meu filho treina e me ralei todo. Por conta disso não consegui treinar de kimono, fiz apenas preparação física. Só coloquei o kimono na semana da competição, mas ainda assim não consegui treinar porque os machucados ainda não estavam cicatrizados. Mas como estava com um bom condicionamento físico, e a cabeça boa, eu consegui criar uma estratégia de luta. As coisas deram certo nas duas lutas que eu fiz e consegui me sagrar campeão”, explicou o veterano de 44 anos.

Após fazer duas lutas duras, e com muitas dores no corpo, Carino ainda conseguir ter forças para apoiar seus alunos, que encheram o professor de orgulho ao conquistarem bons resultados no torneio.

“Quase todos os meus alunos medalharam, apenas um não subiu no pódio. Mas estou muito satisfeito. Foi um trabalho muito bem feito, que contou também com a ajuda dos outros professores da equipe. Estamos sempre caminhando juntos e em busca dos melhores resultados”, enfatizou.

O próximo compromisso de Carino será a Taça Rio, que acontece nos dias 19 e 20 de maio. Depois, ele luta o Rio Open Fall da CBJJ, que acontece nos dias 8, 9 e 10 de junho. Em julho, nos dias 7 e 8, ele participa do Brasileiro da CBJJD. “Em seguida fico aguardando apenas a confirmação da luta contra o Marcio Pé-de-Pano pelo cinturão do Legends, que está sendo cogitada para setembro em Los Angeles. Esse será o meu maior desafio em 2018”, encerrou.

(Fonte: Assessoria de imprensa)

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *