Existe finalização feia no Jiu-Jitsu?

Share it

Cyborg com o joelho no pescoço. Foto: Reprodução

Além dos pontos acumulados e vantagens conquistadas, a principal forma de se vencer uma disputa de campeonato é com a finalização, objetivo máximo do Jiu-Jitsu. Mesmo com uma gama quase infindável de técnicas de alavanca e estrangulamento, há quem diga que certas posições não são legais de serem executadas ou são pouco éticas. Mas, se o objetivo final é subjugar o adversário, será que existe mesmo essa coisa de finalização feia?

Todo atleta num torneio entra com o desejo de vencer, não se machucar e não ferir o seu oponente, apenas sair com a vitória. O detalhe para vencer é que, às vezes, certo golpe pode parecer grosseiro de mais, ou violento além da conta. As regras da IBJJF fazem restrições em algumas faixas e idades, mas na regra geral, após a faixa-marrom, boa parte das torções e asfixias ficam liberadas.

Um exemplo prático que ganhou as páginas da GRACIEMAG ficou com Roberto Cyborg e seu estrangulamento com o joelho na jugular. O faixa-preta, na ocasião, defendeu a “delicadeza” do seu golpe.

“Há muito tempo faço essa posição”, disse Cyborg. “Começo com o joelho na barriga para depois variar para o pescoço, para aplicar o estrangulamento ou forçar o adversário a me dar o braço. Na verdade, não tem nada de grosseria no golpe. Como em todas as técnicas de estrangulamento, você aplica pressão para o adversário se render, só que nesse caso uso o joelho na jugular. Só posso dizer que tem muita pressão.”

Mas e na sua opinião, amigo leitor, existe mesmo essa coisa de “finalização feia” ou, estando na regra, vale tudo? Confira no vídeo abaixo Cyborg em ação e poste nos comentários!

Ler matéria completa Read more
There are 11 comments for this article
  1. Rodrigo at 6:05 pm

    Se existe finalização FEIA no Jiu Jitsu ?
    Sim. Feia e GROTESCA e ESTÚPIDA.
    Pela foto era um faixa preta colocando o seu joelho na garganta do oponente.
    É notável que o faixa preta não tem uma técnica lá muito desenvolvida.
    O que importa para ele é vencer a qualquer custo.
    Uma das piores situações no Jiu Jitsu é lutar contra uma pessoa sem técnica e bruta. As chances de se machucar é muito grande.

  2. Rodrigo at 6:15 pm

    Gracie Mag, os senhores podem imprimir na tela as duas aspas ” ” em negrito forte ? Para ficar mais visível e melhor de ler.

  3. Rodrigo at 6:47 pm

    No Jiu Jitsu e também nas outras lutas existem ótimos colegas e péssimos colegas de treino.
    Existem colegas que querem CARNIÇAR a nossa pele e corpo.
    Infelizmente está raça é a esmagadora maioria.
    Muito difícil encontrar um colega que ensina e dá conselhos para melhorar e corrigir falhas no seu jogo do Jiu Jitsu.
    E isto os instrutores e professores de academias de Jiu Jitsu precisam sempre ficarem observando. Um aluno ou três imbecis podem falir uma academia.

  4. Rodrigo at 6:52 pm

    Cada pessoa tem, ou NÃO TEM, a sua EDUCAÇÃO e HONRA de berço.
    Jiu Jitsu é uma luta que não se pratica e ensina sozinho como no boxe e outras modalidades.Respeitar o colega de treino é fundamental.

  5. Mauricio at 8:07 pm

    Procure se informar. Esse que você diz não ter técnica é simplesmente 5x campeão mundial de jiu-jítsu na faixa preta e campeão absoluto do ADCC. De quebra possui dezenas de academias no mundo todo e é considerado um dos atletas mais técnicos e éticos do esporte.

  6. Heitor at 7:14 pm

    Caramba ! Como tem gente sem noção .Pra quem não conhece o lutador do video, só procurar no YouTube Roberto Cyborg vai conseguir ver alguns vídeos e mudar um pouco sua opinião.Neste vídeo em questão acima foi grotesca a finalização , mas não tira os méritos do Cyborg .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *