Cris Cyborg nocauteia e Mackenzie Dern estreia com vitória no UFC 222

Share it

Cris Cyborg corre para o abraço após o sucesso no UFC 222. Foto: Jeff Bottari/Zuffa LLC via Getty Images

Com um card repleto de novas caras, o UFC 222 coroou os jovens e promissores competidores do plantel em lutas de tirar o fôlego. O evento, realizado nesse sábado, dia 3 de março, em Las Vegas, teve Cris Cyborg na luta principal contra a estreante Yana Kunitskaya, ex-campeã do Invicta FC.

A luta começou com susto para a brasileira: depois de atacar com pressão, Yana desceu até o pé da brasileira, derrubou, escorregou para as costas e botou os ganchos. A russa tentou estrangular enquanto Cris engatinhou até a grade, mas Cyborg conseguiu levantar para trazer o pesadelo para Yana. Mais uma vez na trocação, Cyborg partiu para cima, pressionou na grade e desferiu uma direita potente. Em seguida, a campeã derrubou, fez chover socos no ground and pound e obrigou Herb Dean a interromper ainda no primeiro assalto.

.
Na luta coprincipal, Brian Ortega pisou no cage para encarar o ex-campeão Frankie Edgar. Mesmo com alto calibre nos treinos de Jiu-Jitsu de ambos os atletas (já que Frankie treina com Renzo Gracie e Ricardo Cachorrão, enquanto Brian afia o chão com Ryron e Rener Gracie), a luta foi definida em pé, e de forma espetacular.

Depois de troca intensa, com Edgar em melhores ações por sua rapidez e ritmo imprevisível de golpes, Ortega conseguiu encontrar uma dura cotovelada em pé, que desnorteou Edgar. Brian foi para cima, golpeou por dentro da guarda para, em seguida, atirar um gancho brutal que levou Frankie a nocaute, ainda no primeiro assalto. Agora, Ortega deve garantir a chance de desafiar Max Holloway, já que Edgar enfrentaria o campeão neste UFC 222.

.

No fechamento do card preliminar, a campeã mundial de Jiu-Jitsu e campeã do ADCC Mackenzie Dern fez sua aguardada estreia no UFC, na divisão de peso-palha. Para seu debute, Mack encarou Ashley Yoder. O duelo foi marcado pelo equilíbrio, com Mackenzie buscando o combate com socos e chutes poderosos. Com maior envergadura, Yoder trabalhou no contragolpe e conseguiu capitalizar seus pontos.

Após três assaltos de duelo lá e cá, com Mackenzie em grande momento no fim do terceiro round após quedar, ganhar as costas e quase finalizar no estrangulamento, o duelo foi declarado como decisão dividida, no qual Mackenzie conseguiu convencer dois dos três jurados de que foi melhor no combate. “Foi a minha primeira luta e fiz o meu máximo” declarou Mackenzie. “Com certeza vai ser cada vez melhor.”

Confira os resultados completos abaixo!

UFC 222
Las Vegas, Nevada
3 de março de 2018

Cris Cyborg venceu Yana Kunitskaya por nocaute técnico aos 3min25s do R1
Brian Ortega venceu Frankie Edgar por nocaute aos 4min44s do R1
Sean O’Malley venceu Andre Soukhamthath na decisão unânime dos jurados
Andrei Arlovski venceu Stefan Struve na decisão unânime dos jurados
Ketlen Vieira venceu Cat Zingano na decisão dividida dos jurados

Card preliminar

Mackenzie Dern venceu Ashley Yoder na decisão dividida dos jurados
Alexander Hernandez nocauteou Beneil Dariush aos 42s do R1
John Dodson venceu Pedro Munhoz na decisão dividida dos jurados
CB Dollaway venceu Hector Lombard por desclassificação no R1
Zak Ottow venceu Mike Pyle por nocaute técnico aos 2min34 do R1
Cody Stamann venceu Bryan Caraway na decisão dividida dos jurados
Jordan Johnson venceu Adam Milstead na decisão dividida dos jurados

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *