O dia em que Flávio Canto persistiu como Ronaldo Jacaré, no judô

Share it

Flávio Canto, ídolo no esporte brasileiro. Foto: Divulgação

Medalhista olímpico no judô e referência brasileira no esporte, Flávio Canto escreveu seu nome e foi um dos mais respeitados atletas na modalidade. Fera também no Jiu-Jitsu, arte que usou com sucesso para ajustar suas finalização no judô, Flávio realizou grandes batalhas no tatame, algumas delas que entraram para a história.

A que relembramos hoje, porém, não se trata da conquista de um ouro, e sim da vitória da mente sobre o corpo e o respeito do atleta para com o nível competitivo. Aconteceu nos Jogos Pan-Americano de 2007, realizado no Rio de Janeiro. No duelo, que valia vaga na final do peso meio-médio (até 81kg), Canto encarou o judoca bom de Jiu-Jitsu Travis Stevens (EUA).

Após o equilíbrio na disputa dentro dos primeiro minutos, Travis aplicou uma queda no qual Canto caiu de mau jeito, por cima do cotovelo, e acabou por fraturar o mesmo. A dor, no entanto, foi ignorada pelo brasileiro, que volout ao centro do tatame par reiniciar o combate, em gesto de esforço e respeito. Stevens aplicou nova queda e venceu a disputa por ippon.

Veja o lance no vídeo abaixo e supere os seus limites!

Ler matéria completa Read more
There are 4 comments for this article
    • Lucas at 12:25 pm

      Bateria mil vezes?!!! O americano é sinistro, Flavio foi muito repetitivo na luta. E duvido que o americano levasse uma sova no chao. Alias, o tempo provou isto. O americano sagrou se um grande campeao no judo e especialista no jiu, foi medalhista de prata aqui no Brasil e já foi matéria aqui na Gracie Magazine.

        • Lucas at 6:51 am

          Caro, Heber, nunca duvidei das habilidades do Flávio Canto, apenas achei exagerado afirmarem q ele bateria mil vezes. Vc tem razão, Flávio o venceu depois.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *