Cris Cyborg defende cinturão e Nurmagomedov domina Edson Barboza no UFC 219

Share it

Cyborg bateu e usou os cinco rounds para superar Holm com segurança. Foto: Zuffa LLC via Getty Images

Com poucos dias para o início de 2018, o UFC organizou um grande evento para encerrar sua temporada de 2017 com grande estilo. Nesse sábado, dia 30 de dezembro, o UFC 19 trouxe para Las Vegas grandes combates e uma aguardada disputa de cinturão na divisão feminina do Ultimate.

Cris Cyborg, supercampeã da divisão de pesos-penas, encarou a ex-campeã Holly Holm em duelo de cinco assaltos no qual a trocação seria o estilo para ditar o vencedor. Cyborg, conhecida por sua explosão, encararia uma das maiores campeãs do boxe feminino, técnica e precisa.

O duelo, porém, mostrou o lado mais paciente de Cyborg. Sem acelerar demais o duelo, a curitibana trabalhou seus golpes com pujança e cautela, sem a intenção incessante de outrora para concluir a luta. Holly, por sua vez, com alguns bons momentos na luta, buscou mais o clinche e não conseguiu abrir o seu jogo contra a perigosa brasileira.

No fim das contas, Cyborg trabalhou melhor nos 25min da disputa, venceu na decisão unânime dos jurados e defendeu com sucesso o seu cinturão peso-pena. Para seu próximo duelo pediu para viajar até a austrália e assim desafiar Megan Anderson, sua antiga prometida para lutar no UFC que ficou fora do combate por problemas no visto. Local da Oceania, Anderson é ex-campeã do Invicta e uma das poucas atletas femininas que fariam uma luta equilibrada com Cyborg.

Na luta coprincipal, Khabib Nurmagomedov voltou a pisar no octógono após problemas consecutivos antes de lutar no UFC. Seu adversário, o brasileiro Edson Barboza, não teve chances de abrir sua caixa de ferramentas e foi fortemente grampeado pelo russo, que grudou, bateu e dominou os três assaltos da disputa, para ficar com a vitória na decisão dos jurados e pedir a chance contra Tony Ferguson pelo cinturão interino, ou contra Conor McGregor, campeão da divisão dos leves.

Ainda no card, Matheus Nicolau voltou a atuar no UFC após cumprir seu tempo de suspensão. A volta, porém, mostrou a força do brasileiro na divisão de peso-galo. Na luta contra Louis Smolka, Matheuzinho bateu melhor, dominou no solo, e agiu como quis no cage, para vencer na decisão dos jurados em grande atuação.

Confira abaixo os resultados completos!

UFC 219
Las Vegas, Nevada
30 de dezembro de 2017

Cris Cyborg venceu Holly Holm por decisão unânime
Khabib Nurmagomedov venceu Edson Barboza na decisão unânime dos jurados
Dan Hooker finalizou Marc Diakiese na guilhotina aos 42s do R3
Carla Esparza venceu Cynthia Calvillo na decisão unânime dos jurados
Neil Magny venceu Carlos Condit na decisão unânime dos jurados

Card preliminar

Michal Oleksiejczuk venceu Khalil Rountree na decisão unânime dos jurados
Myles Jury venceu Rick Glenn na decisão unânime dos jurados
Marvin Vettori x Omari Akhmedov terminou em empate majoritário
Matheus Nicolau venceu Louis Smolka na decisão unânime dos jurados
Tim Elliott finalizou Mark de La Rosa no triângulo de mão a 1min42s do R1

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *