Como um pai conquistou a faixa-preta de Jiu-Jitsu graças ao filho

Share it

Will e seu filho, Kenzo, no Japão. Foto: Reprodução/GRACIEMAG

Brasileiro radicado no Japão, Will Karakawa começou há 13 anos no Jiu-Jitsu, depois de ser apresentado à arte suave por um amigo, na sala de sua casa. Will gostava de vestir o kimono e dar uma suada, mas os laços com o Jiu-Jitsu ainda não haviam eram fortes.

Até que nasceu Kenzo, o filhão dos Karakawa. Diagnosticado com autismo, o jovem começou a demonstrar que no Jiu-Jitsu ele aprendia a se socializar e interagir melhor com os familiares.

E foi aí que o Jiu-Jitsu passou a ser prioritário na vida de Will e Kenzo, quase como a água e o oxigênio. E assim, depois de anos de estrada, o papai Karakawa enfim conquistou seu diploma de faixa-preta.

“O maior benefício que o Jiu-Jitsu trouxe para o meu filho foi em relação à socialização”, explica Will. “Kenzo era um garoto sem amigos, que sofria bullying. Ele com os treininho adquiriu uma confiança para dar um basta nessa situação.”

No vídeo a seguir, Will Karakawa comenta a satisfação de se formar faixa-preta da arte que vem salvando o filhão, competidor frequente nos eventos como o Pan Kids, e incentiva você a jamais desistir. Oss!

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *