UFC 215: Rafael dos Anjos finaliza com o Jiu-Jitsu; Amanda Nunes mantém cinturão

Share it

Amanda tenta se estabilizar nas costas de Valentina. Foto: Jeff Bottari/Zuffa LLC via Getty Images

Noite movimentada em Edmonton, no Canadá, com a realização do UFC 215, nesse sábado, dia 9. Em evento recheado de boas lutas, com grande parte dos azarões saindo vitoriosos, o card teve na luta principal a vitória da brasileira e favorita Amanda Nunes, em duelo no qual superou Valentina Shevchenko na decisão dividida dos jurados.

O combate entre Amanda e Valentina foi definido nos detalhes. Com equilíbrio nos cinco assaltos, ditados pelas investidas de Amanda e os contragolpes certeiros de Valentina, além de uma queda e tentativa de pegada de costas da “Leoa” no fim da quinta etapa, a decisão do embate veio mesmo pelas mãos dos jurados laterais, que deram a vitória para a brasileira.

Na luta coprincipal, Rafael dos Anjos voltava a atuar em sua nova categoria, a dos meio-médios. Seu adversário, Neil Magny, prometia um belo confronto na trocação. Dono de mão poderosas e chutes precisos, Rafael dos Anjos trouxe para o octógono uma de suas melhores armas, mesmo que pouco usada no UFC: o Jiu-Jitsu.

Depois de levar Magny ao solo, o brasileiro trabalhou bem por cima, estabilizou na montada, vislumbrou a brecha e atacou no kata-gatame que lhe rendeu a vitória por finalização no primeiro assalto, além do bônus de desempenho da noite. Esta foi a segunda finalização do faixa-preta no UFC. A primeira aconteceu em maio de 2012, em mata-leão sobre Kamal Shalorus, também no primeiro round. (Relembre aqui!)

.
.
Outro kata-gatame de destaque no card veio pelas mãos da brasileira invicta Ketlen Vieira, ao apertar Sarah McMann no segundo assalto. Demais brasileiros no evento, Wilson Reis, Luis KLB e Adriano Martins acabaram superados por seus respectivos adversários.

Confira abaixo os resultados completos!

UFC 215
Edmonton, Canadá
9 de setembro de 2017

Amanda Nunes venceu Valentina Shevchenko na decisão dividida dos jurados
Rafael dos Anjos finalizou Neil Magny no kata-gatame aos 3min43s do R1
Henry Cejudo nocauteou Wilson Reis aos 25s do R2
Ilir Latifi venceu Tyson Pedro na decisão unânime dos jurados
Jeremy Stephens venceu Gilbert Melendez na decisão unânime dos jurados

Card preliminar

Ketlen Vieira finalizou Sara McMann no kata-gatame aos 4min16s do R2
Sarah Moras finalizou Ashlee Evans-Smith no armlock aos 2min51s do R1
Rick Glenn venceu Gavin Tucker na decisão unânime dos jurados
Alex White venceu Mitch Clarke por nocaute técnico aos 4min36s do R2
Arjan Bhullar venceu Luis Henrique KLB na decisão unânime dos jurados
Kajan Johnson nocauteou Adriano Martins aos 49s do R3

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *