Jon Jones e o Turinabol: entenda o novo caso de doping que abalou o UFC

Share it

Jon Jones pode ser suspenso por quatro anos caso o doping se confirme.. Foto: UFC

Mais uma vez o cerco se fecha para Jon Jones, atual campeão meio-pesado do UFC. Após se envolver em inúmeras confusões ao longo dos últimos anos, o americano voltou aos cages no UFC 214 e venceu Daniel Cormier, então dono do cinturão. Contudo, a notícia bombástica sacudiu o cenário na noite de terça-feira: Jones teria testado positivo no exame antidoping mais uma vez, como informou em primeira mão o site TMZ Sports.

Reincidente, se o exame for confirmado como positivo, Jones perde o cinturão e ainda pode passar por quatro anos sem pisar no octógono. Na notificação, confirmada oficialmente pelo UFC e pela USADA, não consta a substância, mas a notícia do esportivo americano indica que a droga se chama Turinabol.

O Turinabol, medicamento da família dos esteroides anabólicos andrógenos, é conhecido por ajudar o atleta a produzir massa magra no organismo e estimular a produção de testosterona.  A substancia, administrada por via oral, é encontrada em alguns suplementos, o que levanta a possibilidade de Jones ter ingerido o Turinabol por acidente, por mais que a droga esteja na lista de proibições da USADA, assim como uma lista de produtos que podem conter traços do mesmo.

Utilizada de forma proposital ou não, só resta aguardar os próximos capítulos de mais um drama encabeçado por Jon Jones. Tanto Cormier quanto o Ultimate decidiram não se pronunciar até a USADA bater o martelo oficialmente sobre o caso, que ainda pode ser solicitado uma contraprova.

O que você acha, amigo leitor? Será que Jon Jones estava de fato fora das regras ou foi apenas um erro no exame? Comente conosco!

 

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *