Jiu-Jitsu: Ouro duplo no Internacional Master, Thiago Gaia projeta sucesso no Mundial

Share it

Thiago Gaia no alto do pódio com as duas medalhas douradas no peito. Foto: Arquivo Pessoal

Dentre os nossos GMIs que brilharam no Internacional Master da IBJJF, realizado no último final de semana, Thiago Gaia foi um que mostrou mais uma vez a força do seu Jiu-Jitsu. Atleta representante da GFTeam, a fera segue na sua rotina de treinar, organizar eventos de grande porte e competir em alto nível, mesmo após os 30 anos e com mais de 10 anos na faixa-preta.

Para descobrir o segredo do sucesso da fera, GRACIEMAG preparou esta entrevista. E você, amigo leitor que, por vezes, se vê bloqueado de competir ou buscar sucesso fora dos tatames por conta do tempo apertado, inspire-se no nosso GMI Thiago Gaia e dê o seu máximo para vencer!

Confira a entrevista abaixo:

GRACIEMAG.com: Você já possui uma longa estrada na faixa-preta. Como o seu Jiu-Jitsu evoluiu do início entre a elite até o grau de veterano?
Thiago Gaia: Estou na faixa-preta desde 2006, ano no qual fiquei em segundo lugar no Mundial de Jiu-Jitsu e no Brasileiro. Vendo meus vídeos de 11 anos atrás, percebo como era afobado e acelerado para ganhar uma luta. Hoje trabalho uma posição de cada vez, pensando sempre um passo à frente daquele movimento que irei executar.

Qual é a fórmula para se manter competindo em alto nível e sempre com medalhas nos principais torneios por tanto tempo?
Engraçado. Comentei sobre este assunto com minha esposa, inclusive. Nesse campeonato de Masters encontrei grandes amigos de 10 anos atrás, e não tinha nenhum que não se queixasse de lesões. Eu, sem nenhuma complicação, acho que o segredo para se manter competindo é ter uma vida sem exageros. Não sou de perder noites de sono, treino Jiu-Jitsu e malho todos os dias, e nas competições vou para me divertir, encontrar os amigos e buscar o lugar mais alto do pódio, sem grandes responsabilidades mas é minha motivação. Em todos os eventos da minha região o comentário é: ‘Thiago já está velho, está se aposentando’, e quando ganho eu falo para os que ficam torcendo contra que vou lutar em alto nível até os 40 anos! (risos)”

Qual é o segredo para manter o gás, o ajuste das posições e o controle do corpo depois dos 30 e aplicar isto em alto rendimento nos torneios?
O segredo é fazer o que quase ninguém gosta de fazer: repetir muitas vezes a mesma posição. Mesmo aquela que faço há muito tempo, repito sempre nos treinos.

Como é se dividir entre as competições, a organização dos eventos e as aulas na academia?
Muito difícil, porém tento dividir meu tempo para a rotina não me cansar. Faço musculação, treino e dou aula. Volto para casa à noite, mas a minha esposa Luciene Gaia, que também é atleta, quer tirar duvidas de Jiu-Jitsu e o assunto rende. Quem sofre é a minha filha Sophie, que pede para mudar o assunto sempre. Nos finais de semana eu me foco completamente nos eventos. A rotina é puxada, mas gratificante.

Como está a expectativa para competir no Mundial de Masters após o ouro duplo no Internacional?
Estou muito animado e treinando bastante, com a mesma vontade do primeiro Mundial na faixa-preta. Apesar de ter 36 anos me considero um atleta adulto ainda, me cobro muito e quero competir muitas vezes também no adulto.

Quais são os próximos eventos que você vai organizar, em paralelo às competições?
Dia 20 de agosto teremos um evento em Macaé, com mais de R$3.000,00 de premiações para os campeões absolutos e para a equipe campeã. Para as crianças teremos a presença de super-heróis também. Convido todos os leitores da GRACIEMAG para participar, com inscrições pelo site www.sprawleventos.com.br .

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *