Em luta histórica, Roger Gracie pega as costas e finaliza Marcus Buchecha no Gracie Pro Jiu-Jitsu

Share it

Nas costas de Buchecha, Roger ajusta o estrangulamento que lhe rendeu a vitória. Foto: Carlos Arthur Jr.

O último domingo, dia 23 de junho, entrou para a a história do Jiu-Jitsu. O Gracie Pro, realizado no Rio de Janeiro, foi o palco escolhido para a colisão de Roger Gracie e Marcus Buchecha, em revanche esperada por todos os fãs da arte suave. O público foi ao delírio desde o primeiro minuto de luta, mas o final seria o motivo da arena quase vir abaixo.

Roger Gracie, dez vezes campeão mundial pela IBJJF, encarava o mais novo e atual campeão mundial absoluto da IBJJF, também dez vezes medalhista de ouro pela organização, com a diferença de ter cinco medalhas do absoluto faixa-preta, enquanto Roger possui três. No primeiro embate, em 2012, a luta terminou empatada, e esta definiria o confere clássico com um vencedor.

A luta começou com Buchecha forte ao impor seu ritmo, com tentativas de queda no single-leg. Contudo, do outro lado estava Rojão, conhecido por sua calma nas lutas e técnica refinada. As tentativas de queda de Buchecha, que são letais para os demais atletas do mundo, não foram páreo para o Gracie. Após brigar e ficar de pé, foi Roger quem teve a iniciativa de trazer o combate para o solo, mas uma peculiaridade deu o caminho para a vitória.

Ao invés de puxar para sua guarda fechada temida, Roger, puxou Buchecha de lado, o que estranhou. Com o joelho no meio e pegada firme na manga esquerda de Buchecha, Roger levantou e chegou com habilidade nas costas do astro da Checkmat. O público  fazia muito barulho enquanto Roger ajustava o estrangulamento, até que os três tapinhas vieram aos 6min52s de luta, e o lendário Gracie se despediu dos tatames com a vitória que lhe faltava na carreira.

“Frustrei ele um pouco ao defender as quedas no começo da luta. Ele aumentou o ritmo no início mas não conseguiu a chegar na posição forte dele. Minha estratégia era cozinhar um pouco nos primeiros cinco minutos. Ele esperava eu puxar para a fechada mas eu puxei de lado com o joelho, uma posição forte minha. Eu caí bem nas costas dele, ele veio para o lado da minha mão boa e eu sabia que daquela posição eu não ia sair mais, era só ajustar”, disse Roger após o sucesso no combate da década em entrevista a GRACIEMAG.

Buchecha, por sua vez, comentou brevemente os detalhes da luta após a finalização.

“Meu erro foi deixar ele ditar o ritmo da luta. Ele conseguiu fazer uma boa pegada no meu braço esquerdo e me atrapalhou bastante. Na hora que ele subiu eu errei. A estratégia era não virar tanto no solo mas acabei por virar no reflexo e acabei pagando o preço”, disse o atual campeão mundial peso e absoluto da IBJJF.

Antes da luta derradeira, o Gracie Pro realizou as finais do seu torneio, que havia começado no sábado, dia 22. Entre os destaques estão os campeões absolutos Gustavo Saraiva (Gustavo Saraiva), que venceu Isaque Paiva (Saiko) por 9 a 0 nos pontos, e Tayane Porfírio (Alliance), que finalizou Jessica Constance Swanson (Soul Fighters) na kimura. Outros destaques na faixa-preta adulto ficaram para os campeões mundiais  da IBJJF que faturaram o ouro no torneio, como Antônio Braga Neto (Gordo JJ)), campeão pesadíssimo ao finalizar Antônio Assef (GFTeam) na kimura, e Celsinho Venícius (Ryan Gracie), que bateu Lucas Araújo (Alliance) por 7 a 0 na final.

Confira abaixo os resultados finais da faixa-preta!

Masculino

Pluma
Luis Cabral (Pitbull) venceu Wallace Ourique (Márcio Rodrigues) na decisão dos árbitros

Pena
Isaque Paiva (Saikoo) venceu Luciano Queiroz (GFTeam) por 4 a 2 nos pontos

Leve
Celsinho Venicius (Ryan Gracie) venceu Lucas Araújo (Alliance) por 7 a 0 nos pontos

Médio
Alexandre Cavalieri (Alliance) venceu Jayan Oliveira (GFTeam) por 4 a 0 nos pontos

Meio-Pesado
Jeancemy Santos (JJ for Life) finalizou Luiz Quinteiro (Gustavo Saraiva) no estrangulamento

Pesado
Marcos Junior (GFTeam) venceu Gildasio Santana (Instituto Reação) na decisão dos árbitros

Super Pesado
Rafael bragança (Gavazza) finalizou Irailson Costa (Halavanca) na americana

Pesadíssimo
Antônio Braga Neto (Gordo JJ) finalizou Antônio Assef (GFTeam) na kimura

Feminino

Médio
Maiara Angélica (Luiz Paulo JJ) venceu Jéssica Bate-Estaca (PRVT) por 6 a 0 nos pontos

Meio-Pesado
Jéssica Swanson (Soul Fighters) finalizou Glaucia Braga (Gracie Barra) na kimura

Ler matéria completa Read more
There are 2 comments for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *