BJJ

Marcus Buchecha analisa novo duelo com Roger: “Não é fácil treinar para enfrentá-lo”

Share it
Marcus Buchecha com a agenda cheia este ano, e os planos para enfim tentar o MMA depois desta temporada. Foto: Divulgação

Buchecha: agenda cheia este ano, e planos para tentar o MMA depois da temporada. Foto: Divulgação

Cinco anos após o primeiro confronto, que terminou empatado após 20 minutos de luta, Marcus Vinicius “Buchecha” e Roger Gracie estão novamente em rota de colisão, num duelo de kimono. A aguardada revanche está programada para 23 de julho, no Rio de Janeiro, no evento Gracie Pro Jiu-Jitsu, idealizado por Kyra Gracie. Maior vencedor de títulos mundiais no absoluto faixa-preta, o tetracampeão Marcus Buchecha relembrou o primeiro encontro com Roger.

“Foi uma oportunidade única enfrentar o Roger Gracie no Metamoris, porque ele já havia anunciado a aposentadoria das competições. Achei que aquela seria a última oportunidade de enfrentar um ídolo. Foi um combate longo, de 20 minutos, mas lutei muito bem. Tive bons momentos na luta. Era um confronto onde só a finalização dava a vitória, então não ligávamos muito para a pontuação. Por isso, houve momentos em que consegui arriscar mais. Tive uma boa chance no pé, no fim tive outra oportunidade no braço… Fiz tudo certo naquele armlock, mas ele defendeu muito bem. Não é à toa que ele é considerado o maior de todos os tempos”, recordou Buchecha.

O primeiro encontro entre os dois se deu em 2012, pelo Metamoris, na Califórnia. Na ocasião, Roger já era dono de três títulos mundiais no absoluto – o primeiro a alcançar a façanha, em 2007, 2009 e 2010 – e Buchecha havia acabado de conquistar o seu primeiro título mundial. Agora, Buchecha chega para o duelo como o maior nome do Jiu-Jitsu da atualidade.

“Será bem legal essa revanche. É mais uma oportunidade de lutar contra um cara do calibre do Roger. Dessa vez a luta será de dez minutos, nas regras normais. Não é fácil treinar para uma luta contra o Roger Gracie. Não tem ninguém com um Jiu-Jitsu como o dele e, por conta do biótipo dele, é muito difícil achar parceiros com o mesmo jogo e mesma altura. É bem complicado. Mas conto com ótimos parceiros de treino e vou manter o ritmo do camp do Mundial para essa superluta, para tentar chegar muito bem preparado”, disse.

Antes da superluta contra o Gracie, Buchecha vai tentar buscar o penta absoluto no Mundial de Jiu-Jitsu, no início de junho na Califórnia. Buchecha também está confirmado no GP dos pesados da IBJJF Pro League, no dia 26 de agosto, em Las Vegas. O torneio reunirá oito grandes nomes do Jiu-Jitsu mundial em busca de um prêmio 40 mil dólares, e Roger também está escalado.

Para encerrar a temporada, o faixa-preta da Checkmat vai em busca de seu segundo título no ADCC no peso e o inédito ouro no absoluto. No evento na China, em 2013, Buchecha deixou o título absoluto escapar na final, contra Roberto Cyborg. O ADCC, maior evento de grappling do mundo, será mm setembro na Finlândia. Depois da temporada, Buchecha ainda planeja migrar para o MMA, onde pretende lutar na categoria dos pesados (acima de 93kg).

Relembre Roger x Buchecha, a seguir, e estude as técnicas de ataque e defesa dos mitos do esporte.

Ler matéria completa Read more
There is 1 comment for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *