Marcelinho Garcia enquadra “bad boys” em sua academia de Jiu-Jitsu; Confira

Share it

Dillon e Mansher em discussão que rolou na seletiva do ADCC. Foto: Reprodução

O ar corretivo do professor de Jiu-Jitsu deve ser aplicado não só do tatame para dentro, mas em boa parte dos aspectos, para que a arte forje não só campeões, mas grandes pessoas num contexto geral. A bomba da semana veio com a notícia de que os faixas-pretas Dillon Danis e Mansher Khera foram suspensos da academia do cinco vezes campeão mundial Marcelo Garcia. Segundo o professor, a separação não é necessariamente definitiva, apenas pelo tempo necessário para os atletas refletirem e recuperarem o foco na arte suave. Mas o recado já foi dado.

Dillon Danis é um dos grandes nomes do Jiu-Jitsu da atualidade. Companheiro de treino de Connor McGregor, o faixa-preta não só pegou as manhas do irlandês na trocação, mas junto com elas vieram por osmose as palavras afiadas do trash talking mais eficiente do UFC. Mansher, companheiro inseparável de Dillon desde o tempo de faixas-coloridas, foi primeiro aluno a ser graduado de faixa-branca à faixa-preta na academia de Marcelo Garcia.

E para você, amigo leitor, o corretivo de Marcelinho está certo? Confira abaixo o vídeo no qual Marcelo Garcia explica em inglês a situação que levou à suspensão dos atletas.

Ler matéria completa Read more
There are 5 comments for this article
  1. Rafael Henrique at 10:57 am

    Eu não falo inglês, queria ver a tradução em português, mesmo que seja somente texto escrito na matéria, seria bom! forte abraço.

    Precisamos valorizar mais os princípios do Jiu jtsu, não só dentro do tatames mais fora também.
    OOSS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *