Otávio Sousa explica triângulo voador que deu seu tricampeonato no Pan de Jiu-Jitsu 2017

Share it

Otávio vibra após a finalização relâmpago. Foto: IBJJF

Dono da finalização mais rápida dentre as finais de faixa-preta no Pan-Americano de Jiu-Jitsu 2017, executada em apenas 45s de luta, Otávio Sousa tem motivos de sobra para comemorar.

Medalha de ouro na divisão de médios, Otávio conseguiu tirar da cartola um belo triângulo voador, que finalizou o duro Isaque Bahiense, atleta da Alliance que vinha embalado na categoria e chegou a ser considerado favorito contra o campeão mundial pela Gracie Barra.

A fera conversou com GRACIEMAG sobre o golpe aplicado e o porquê de usar a técnica contra o atual campeão da Copa Podio.

“Na minha luta final contra o Isaque eu usei um contra golpe partindo do single leg. Meu adversário puxou pra guarda e levantou agarrado na minha perna. Eu tentei desequilibra-lo, porém o Isaque é muito duro nessa posição e, para evitar de tomar os dois pontos, aproveitei a oportunidade pra dar o bote. Graças a Deus consegui me consagrar campeão e conquistar meu terceiro título na faixa-preta no Pan”, disse a fera.

E para você, qual foi a finalização mais bonita do Pan-Americano de Jiu-Jitsu de 2017? Para conferir os resultados, clique aqui!

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *