Os resultados da seletiva paulista do ADCC 2017; Viscardi Andrade vence Erick Silva

Share it

Viscardi conseguiu a queda da vitória nos últimos segundos de luta. Foto: Gabriel Srour/Divulgação

Muitas emoções rolaram no Trials ADCC 2017, seletiva que definiu alguns dos grapplers brasileiros que estarão na briga pelo título do ADCC Finlândia, que acontece em Helsinque, no mês de setembro.

A ação rolou no ginásio Mané Garrincha, em São Paulo, neste sábado, dia 28, com presença de grandes nomes do Jiu-Jitsu mundial. Antes das finais, uma superluta entre os atletas do UFC Viscardi Andrade e Erick Silva tomou os tatames amarelos e pretos do ADCC.

No combate, Viscardi começou com uma queda, mas sem contabilizar pontos por ter sido executada na primera de duas etapas de cinco minutos, previstas para o duelo. A partir dos cinco que valiam a pontuação, Erick conseguiu chegar nas costas, e contabilizar três pontos na regra do ADCC. Viscardi deu o troco, pegou as costas e empatou no placar. Com alguns segundos para o fim, Viscardi deu um bote nas pernas, conseguiu uma queda e venceu de virada por 5 a 3.

“Eu sabia que estava no fim. Meu córner gritou que faltavam dez segundos e eu fui para o tudo ou nada. Consegui a queda e fui feliz”, disse o peso meio-médio após a vitória.

Nas finais do peso, nomes conhecidos e novos representantes foram premiados. Zebra do dia, o vice-campeão mundial da IBJJF Erberth Santos acabou surpreendido por uma justa chave de calcanhar antes mesmo das semifinais. A fera, com suspeita de lesão no ligamento do joelho após a torção, disse ao GRACIEMAG.com que não tentará nova empreitada no ADCC, para se recuperar e focar nos torneios da IBJJF, como Pan e Mundial.

Confira abaixo como ficaram as finais das categorias de peso:

Até 66kg –  Pablo Mantovani (Guetho JJ) finalizou Henrique Gomes (NU) no estrangulamento

Após sequência de ataques nos pés de ambos os lados, Pablo Mantovani montou, tentou o katagatame, devidamente defendido por Henrique, mas este acabou por bater num estrangulamento pelas costas.

Até 77kg – Felipe Cesar (Barbosa JJ) venceu Claudio Caloquinha (Gracie Barra) na decisão dos árbitros

Após intensa troca de pegadas, Felipe e Caloquinha se colocaram no solo em diversas investidas nos pés e pernas. Com uma guarda elástica e técnica, Felipe atacou mais, tentou um triângulo e arrochou o braço de Claudio, que resistiu para não bater. Após o fim do duelo, Felipe levou na decisão.

Até 88kg – Murilo Santana (Barbosa JJ) venceu Valdir Araújo (Fight Sports) nos pontos

Murilo trabalhou bem sua guarda e chegou nas costas, com chance clara de finalização. Valdir não se rendeu, defendeu-se bem e conseguiu se desvencilhar da posição negativa para acelerar no fim, mas Murilo acabou com a vitória nos pontos.

Até 99kg – Mahamed Aly (BE One Ep JJ) venceu Vinicius Gazola (Alliance) nos pontos

Mahamed começou o duelo acelerado, ao tentar finalizar na kimura logo no início. Com a liberação dos pontos na segunda parte de quatro minutos, Mahamed correu para aplicar uma rápida queda, e manteve o combate com domínio pare vencer por 2 a 0 e garantir a passagem para a Finlândia.

Acima de 99kg – Luiz Panza (Checkmat) finalizou Kitner Moura (Almeida JJ) no triângulo

Panza começou atrás no placar, após sentar sem ter contato com Kitner. A luta se estendeu com movimentação no solo, até que Panza conseguiu raspar e cair montado, para contabilizar uma raspagem limpa de quatro pontos nas regras do ADCC. Para fechar a luta, Panza passou a perna e finalizou no triângulo.

Até 60kg – Bianca Basílio (Almeida JJ) finalizou Renata Marinho (Alliance) no estrangulamento
Renata começou com uma queda, e Bianca trabalhou bem na guarda. Assim que começou a contagem dos pontos, Bianca avançou para as costas e finalizou com um estrangulamento para garantir a vitória.

Acima de 60kg – Talita Treta (Ns Brotherhood) venceu Andresa Correa (Alliance) nos pontos

Andresa começou a luta e sentou sem pegadas, e contabilizou assim o ponto negativo que daria a vitória à Talita Treta. O duelo foi movimentado, com ataques de ambos os lados, mas a punição do início marcou o resultado final, com vitória para Talita.

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *