Alexandre Pulga, a pulgoplata e o poder da constância no Jiu-Jitsu

Share it
Os craques da Blackzlianas. Na imagem, seu Índio, Danillo, Yuri, Guto Inocente, Jorge Santiago, Tyrone Spong. Foto: Divulgação

Pulga entre os craques de MMA da Blackzlians. Na imagem, mestre Índio, Danillo Villefort, Yuri, Guto Inocente, Jorge Santiago, Tyrone Spong e Alexandre Pulga. Foto: Divulgação

Não é todo lutador que consegue, após 15 anos na elite do esporte, deixar sua marca no esporte ao ganhar um golpe com o seu nome. É este o caso do faixa-preta Alexandre “Pulga” Pimentel, o rei da pulgoplata.

O guardeiro treinado por nosso GMI Francisco “Toco” Albuquerque desde criancinha é hoje lutador da equipe Blackzilians. Mesmo afastado do QG da equipe de Toco, no Leblon, não esquece suas origens. Pulga, recentemente, recebeu o quarto grau na faixa-preta na Flórida das mãos do lendário mestre Francisco “Índio”, que o graduou representando Toco.

“O Seu Índio representou o professor Toco na entrega deste quarto grau. O Danillo Villefort recebeu um grau também. Apesar de estarmos imersos no MMA, não esquecemos as origens e as tradições do Jiu-Jitsu”, comentou Pulga, com a equipe GRACIEMAG.

Perguntado sobre qual é o grande segredo para continuar treinando forte e na ativa após tantos anos comendo o tatame, Pulga nos lembra o poder da constância, um dos pilares do Jiu-Jitsu.

“Em 2015 estou comemorando o meu 15º ano como faixa-preta. O incrível é que desde o primeiro dia que a Nova Geração abriu, há 25 anos, eu estava lá, na primeira classe – e desde então nunca parei de treinar. É o amor pelo Jiu-Jitsu o grande segredo. O fruto da constância é uma evolução gradual e inevitável – prova disso foi que, no ano passado, em 2014, eu venci mais um grande evento, o Mundial Master”, ensina o perseverante Pulga.

Aprenda a posição favorita do aluno de Toco, a seguir. Repare no chute no ombro e como Pulga está sempre controlando o sparring com pegadas no kimono.

Ler matéria completa Read more
There are 3 comments for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *