IBJJF renova sistema de graduação e lança faixa vermelha e branca

Share it
Agora mais detalhado, a IBJJF lança o sistema unificado de faixas do Jiu-Jitsu

Agora mais detalhado, a IBJJF lança o sistema unificado de faixas do Jiu-Jitsu

Cada faixa conquistada no Jiu-Jitsu significa mais um passo na incessante busca de conhecimento na arte suave. Por mais que a troca de faixa não seja o único objetivo do bom adepto da arte, ela é consequência e reconhecimento do trabalho feito pelo atleta.

O caminho até a mitológica faixa-vermelha é longo, mas uma vida de dedicação ao Jiu-Jitsu pode levar à mais alta condecoração da arte suave.

(Confira o sistema oficial da IBJJF de faixas do Jiu-Jitsu, clicando aqui.)

A IBJJF, com o objetivo de trabalhar em prol do esporte e informar melhor professores e alunos, renovou e detalhou seu sistema de graduação.

Começando pela garotada, que precisa ter no mínimo 4 anos para começar a rolar no tatame, são cinco cores de faixa para trilhar até os 16 anos: branca, cinza, amarela, laranja e verde. Cada uma dessas faixas possui dois graus.

Se você tem 16 primaveras ou mais, a história é outra. Em vez de passar pelas cores antes citadas, o atleta vai de branca para a azul. Neste caso, cada faixa possui quatro graus, e até a faixa-preta temos as cores azul, roxa e marrom, e enfim a preta.

Como a IBJJF reforça, todos os tempos de permanência nas faixas estabelecidos pelo sistema são TEMPOS MÍNIMOS, e o professor segue sendo a autoridade máxima para decidir quando um aluno deve ser graduado.

Chegando à idade mínima de 19 anos, o lutador de Jiu-Jitsu pode ostentar a faixa-preta. Tendo seis graus para trilhar nela, o lutador precisa ter, no mínimo, meio século de vivência para passar à próxima faixa: a coral. Seguindo as normas da IBJJF, o professor precisa ter a faixa-preta na cintura por 37 anos até chegar a faixa rubro-negra.

Chegando lá, após uma vida inteira de dedicação ao Jiu-Jitsu, o mestre faixa-coral pode, em sete anos, chegar a faixa vermelha-e- branca, nova faixa implementada pela IBJJF. A faixa vermelha-e-branca representa o oitavo grau da faixa-preta.

A partir da casa dos 67 anos, o mestre pode receber a mais alta condecoração no Jiu-Jitsu, a faixa-vermelha.

Já se imaginou fazendo toda essa trajetória na arte suave?

Para saber mais, visite o site da IBJJF.org.

Pôster com a ordem das faixas pelo IBJJF. Foto: IBJJF.org

Pôster com a ordem das faixas da IBJJF. Foto: Divulgação

Ler matéria completa Read more
There are 41 comments for this article
    • Fernando Carvalho at 3:34 am

      A branca tem e sempre teve 4 graus. Nenhuma faixa tem 2 graus apenas. A nova regra apenas coloca 2 sub grupos em cada faixa, da cinza até a laranja, porém em todas colam-se 4 graus.
      O tempo mínimo da roxa pra marrom são um ano e meio e da marrom pra preta 1 ano, mas muitas escolas usam um ano e meio ou 2 anos. São poucas as escolas que conseguem fazer um preta com menos de 6 anos.

  1. Rafael Motta at 3:38 pm

    Seguimos um padrão em nossas academias EQUIPE FUSION sul , exigimos para troca de faixa não o tempo minimo mais o tempo maximo!! branca para azul- 1,5 anos, da azul para roxa 2,5 anos, da roxa para marron 2,5 anos da marrom para preta 2,5 anos, esporadicamente o atleta lutador que se destaca em campeonatos e nos treinos esse tempo tende a diminuir.

  2. Pingback: Conheça o novo sistema de graduação do Jiu Jitsu da IBJJF, da faixa Branca a Vermelha | | MMA Brazucas
  3. Danilo Ribeiro at 1:46 pm

    Graciemag gostaria de sugerir a vocês uma matéria falando sobre todos os Mstres que chegaram na faixa vermelha. E se possível também os faixa coral.
    Abraço

    Danilo Ribeiro, Ryan Gracie Team

  4. Silver Prata at 1:46 pm

    as graduaçoes no jiu-jitsu deveria ser da seguinte forma, o faixa preta pega 4 graus na faixa e no 5 grau a faixa mudaria para vermelha e preta e no 6 grau tambem vermelha e preta ja no 7 grau mudaria para vermelha e branca e no 8 grau tambem so no 9 e 10 grau que ela mudaria para vermelha inteira, garanto que seria muito mais pratico e bem menos confuso, lembrando que no judo a coral é a partir do 6 dan, divulguem essa ideia para as autoridades cabíveis muito obrigado.

  5. Fabricio Soares at 12:12 pm

    A confederação Brasileira de Jiu-Jitsu , deveria padronizar algumas coisas como por exemplo

    1 – o significado da tarja preta ( cada professor diz uma coisa , eu sigo o que meu mestre me ensinou . Alguns dizem que e onde se quer chegar , porém , a faixa roxa pode usar a a tarja vermelha , caso e ele for monitor e o faixa marrom pode usar a tarja vermelha se ele for instrutor , então , essa teoria pode cair por terra , não existe uma lógica , escutei e li , que significa : diferenciar-se do JUDO , onde se quer chegar , e por ter a tarja preta , seria pra mostrar a periculosidade do Jiu-Jitsu, essa , é , que eu mais acredito , e levo fé nessa explicação )

    2 – o lado que fica a tarja preta , cada um usa de um lado ( a federação do rio e omissa eu uso virada para o lado direito , como meu mestre me ensinou , e assim , os pupilos do mestre FADDA ) a única que fala alguma coisa a federação de minas , pra usar no lado direito

    3 – Abolir o uso do "OSS" , OSS não e , e nunca foi uma saudação , em nenhuma arte marcial .
    O JUDO , JIU-JITSU , AIKIDO , KARATEDO , usa o REI , o OSS e usado no KARATE pra outra coisa ( pode até ser usado , mas , não como forma de saudação)

  6. Cesar Roberto Cruz Correia at 2:36 pm

    PARA CONHECIMENTO
    A espressão OSS foi criada na Escola Naval Japonesa, e é usada universalmente para expressões do dia-a-dia como "sim", "por favor", "obrigado", "entendi", "desculpe-me", para cumprimentar alguém, etc., bem como no mundo do Karate para quase qualquer situação onde uma resposta seja requerida. Para um karateka, OSS é a palavra mais importante.

  7. Jjpoá Poájj at 3:47 am

    Cada faixa conquistada no Jiu-Jitsu significa mais um passo na incessante busca de conhecimento na arte suave. Por mais que a troca de faixa não seja o único objetivo do bom adepto da arte, ela é consequência e reconhecimento do trabalho feito pelo atleta… e o professor segue sendo a autoridade máxima para decidir quando um aluno deve ser graduado.

  8. Elvis Henrique Bjj GB at 3:43 am

    Boa noite!
    Gostaria de tirar uma dúvida…
    Aqui no Estado de Alagoas rola uns boatos que um faixa preta de Judô tem que ser um faixa roxa de Jiu-jitsu???
    Gostaria que uma pessoa esclarecida me tirasse essa duvida. E se puder me mande o link, para que eu repasse essa informação a frente!
    Agradeço desde já a colaboração!

  9. Laiany Melo at 11:59 am

    Elvis não sei se serve eu kkk Mas olha, No Art. 5° do Manual de Regras da IBJJF, exatamente no 5.5 diz assim: O atleta que comprovado ser faixa-preta de judô, tiver experiência comprovada* em wrestling, luta
    olímpica ou greco-romana, ou tiver lutado MMA profissionalmente, não poderá participar de nenhum
    campeonato como faixa-branca.
    * Nos EUA, ter competido em nível universitário. Nos outros países, ter competido em eventos de âmbito nacional.

  10. Victor Trevisani at 1:49 am

    para os faixa-branca,um recado. Nao quero ser rude ou mal educado,mas relaxe,tudo a seu tempo,nos que tambem treinamos a tempos tambem esperamos para chegarmos la,entao apenas treine,se esforce,tire duvidas,faça amigos,crie sua conduta dentro e fora do tatame e assim as graduações virão com o tempo,espero ter ajudado. Oss…

  11. Galthiery Lopes at 3:05 pm

    Nas regras do IBJJF, página 35 diz que:

    O atleta que comprovado ser faixa-preta de judô, tiver experiência comprovada* em wrestling, luta olímpica ou greco-romana, ou tiver lutado MMA profissionalmente, não poderá participar de nenhum campeonato como faixa-branca.

    Olha o detalhe nessa segunda parte.

    O atleta só poderá competir na faixa em que está registrado na IBJJF (ou de suas entidades afiliadas).Caso ele seja graduado pelo seu professor antes do tempo mínimo de permanência na faixa anterior, ele não poderá competir na faixa atual e nem na anterior

    Então podemos entender que ele não pode lutar como faixa branca, mas terá que passar pelas faixas e obedecer o tempo mínimo de cada uma.

    CBJJE (Confederação brasileira de jiujitsu esportivo) na página 31 das regras, diz:
    Atletas que forem faixas-pretas comprovados de judô não poderão se inscrevem como faixas-brancas.

    .

  12. Clebson Manoel at 4:24 pm

    oss eu pratico jiu-jitsu mas estou sem dinheiro pra paga a cademia onde posso faser de graça eu moro em caruaru PE por favo jiu-jitsu pramim e uma parte de mim meu email(clebsomoythai@gmail.com oss

  13. Moises at 12:49 am

    Gostaria de saber pq alguns atletas de BJJ , também usam a faixa preta lisa sem ponta vermelha ou branca?
    Já vários atletas famosos usando essa faixa preta lisa.

  14. Sérgio at 8:57 am

    Olá a todos, sou um faixa roxa 4 graus, atualmente dou aula no estrangeiro , tenho minha própria academia e conto com 40 alunos. Tenho formação no judô, onde chegoi a faixa preta.gostaria de tirar uma pequena dúvida com os mestres que me posam ajudarr e desculpe pela a simplicidade da dúvida. Os graus devem ser levados em um lado específico na hora de atar a faixa? Obrigado por adiantado. Ossss!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *