IBJJF introduz mudanças nas regras do Jiu-Jitsu para 2013

Share it

Livro de Regras sofre alterações em 2013

A IBJJF fez uma série de alterações nas regras do Jiu-jitsu para 2013. As novidades já valem para o Campeonato Europeu, que acontece de 24 a 27 de janeiro, em Lisboa, Portugal.

O livro de regras atualizado será lançado na mesma semana do Europeu, no fim deste mês.

As principais alterações são as seguintes:

Pontuação das quedas:

A partir de 2013, o árbitro apenas concederá os dois pontos referentes ao movimento da queda após o atleta que o executou estabilizar o adversário no solo por 3 (três) segundos.

Classificação de faltas:

Acaba a categoria “falta leve” e todas as situações de luta que estavam classificadas como faltas leves passam a ser faltas graves.

Marcação de penalidades no placar:

Todas as punições assinaladas pelo árbitro serão marcadas no placar. Acaba o conceito de punição gestual. A partir de 2013, o contador de punições passa a ir até o número 3 (três), sendo a quarta punição a que ocasionará a desclassificação do atleta.

Adição de nova falta gravíssima:

A situação em que o atleta coloca intencionalmente o adversário em posição passível de desqualificação (golpe ilegal) passa a ser considerada falta gravíssima.

Adição de nova falta grave:

A situação em que o atleta coloca sem intenção o adversário em posição passível de punição (golpe ilegal) passa a ser considerada falta grave.

Procedimento dos árbitros:

Em situações em que NÃO haja golpe de finalização encaixado, o árbitro interromperá a luta quando o atleta colocar o adversário em uma posição que seja passível de punição (golpe ilegal), retornando os dois atletas para uma posição regular.

Em situações em que haja golpe de finalização encaixado, o árbitro não interromperá a luta quando o atleta sob ataque colocar o adversário em uma posição que seja passível de punição (golpe ilegal).

Em lutas com 3 (três) árbitros, o procedimento de desclassificação de um atleta não acarretará interrupção da luta até que pelo menos dois dos três árbitros concordem com a decisão.

Restrição de inscrição para atletas com experiência comprovada em outras formas de luta:

A partir de 2013, atletas com experiência comprovada em Wrestling (Luta Olímpica) em nível universitário nos EUA e com carreira profissional no MMA não poderão se inscrever para competir na faixa-branca.

Ler matéria completa Read more
There are 57 comments for this article
  1. Adonai Eduardo at 2:21 pm

    A marcação das penalidades no placar ficou excelente e bem definida, o que pode fazer com que acabe o jogo de que marca ponte e fica amarrando a luta, no que se caracteriza uma atitude de fuga da luta, atitude anti esportiva. Enquanto a questão dos 2 pontos da queda valer apenas com a estabilização dos 3 segundos desavantaja que é passador e passa dar vantagem para que é "guardeiro", nenhum "guardeiro" precisa mais que 3 segundos pra inverter a situação e colocar o adversário na guarda. A luta se faz no solo é óbvio, essa é a verdadeira essência do jiu-jitsu, mas não podemos esquecer que a luta começa em pé e não podemos desprezar ou desavantajar isso. Oss!

    • Marco Carneiro at 4:02 am

      Essa estabilização depois da queda, apenas terá que manter o adversário por baixo, fazendo guarda ou não… ou seja, não deixa-lo voltar para cima, fazê-lo assumir a condição de estar jogando por baixo!

    • Marco Carneiro at 4:12 am

      o gestual de punição para as faltas leves, que vieram nas mudanças de 2012, complicavam um pouco a vida do árbitro,e a compreensão por parte dos expectadores, pois o atleta poderia cometer as 11 faltas e não ser punido, caso não repetisse as mesma. Cabia ao árbitro memorizar as faltas para não punir injustamente… acho que essa mudança ajudou a simplificar, para árbitro e para quem está a assistir ao evento, pois, era estranho fazer várias vzs o gesto de punição e não aparecer nenhuma no placar!

    • Anibal Braga Braga at 4:43 pm

      FABIO tenho que concordar com o Tiago chave de pé e de joelho é JIU JIUTSU e sempre sera existem regras que são burras mais neste caso em que se refere as posições acima referida eu diria que é muita técnica de quem consegue aplicar tal finalização assim como qualquer outra jiu jitsu é a arte de criar e evoluir portanto se vc tem deficiência em determinada posição treine as defesas e melhore seu ataque um abraço.

  2. Adriano Gregorini Junior at 2:50 pm

    Estabilizar a queda por um lado acaba sendo vantajoso, acaba aquele truque de quando chamamos para guarda o adversario mata a calça e ganha os 2 pontos…… e lembrando que chaves de pé e joelho são tecnicas e não apelações…. O jiu jitsu é apaixonante pelo simples fato de todos os praticantes desenvolver a sua propria tatica de jogo, adaptar as posições e usar a inteligencia……. Oss

  3. Diego Oliveira at 3:11 pm

    POw eu acho bom isso de queda ter q estabilizar 3 segundos mas tinha q da uma vantagem pra qm derruba e n mantem o adiversario durante 3 segundos

  4. Julio Cesar Rodrigues at 4:12 pm

    Ridiculo!!!
    Faz os Professores ficarem ainda mais preguiçosos.
    Porque não mudam também o inicio de luta, ao invés de começar em pé ir direto para o chão ou será que perceberam que nos ultimos tempos o numero de JUDOCAS que estão passando o "rodo" no Jiu aumentaram?!

    • Adonai Eduardo at 3:33 am

      Concordo plenamente com vc Julio, creio que perceberam agora que o número de judocas aumentou e como justamente vc disse estão "passando o rodo" na galera do jiu e dai surge uma pergunta. Pq isso acontece? Creio que seja pela negligencia em uma trabalho da luta em pé, da mesma forma que ocorre no judo onde negligenciam a luta no solo e muitos judocas vem buscar isso no jiu. O que não pode é deixar essa forma intolerante de negligenciar o verdadeiro jiu-jitsu. Afinal de contas a luta se inicia em pé. Abração!

    • Jessica Fernandes Souza at 1:20 pm

      Descordo!!! Por que como muitas outras artes marciais, o atleta e que faz o esporte que pratica seja ele qual for, si vc viu judocas passando carro em jiujiteiros, eu já vi jiujiteiros passando carro em judocas… a questão e a dedicação de cada um, e como usam seu esporte. Sem contar que com tantas mudanças o jiu nunk si tornará um esporte olímpico.

  5. Fábio Augusto Carvalho at 4:46 pm

    O QUE SIGNIFICA QUEDA OU PROJEÇÃO ? PARA O JIU JITSU SIGNIFICA DESEQUILIBRAR O ADVERSARIO DE MODO QUE ELE SE JA LEVADO AO CHÃO CAINDO DE LADO OU COSTA SENDO ASSIM SE DIFERENCIAVA DA RESPAGEM QUE TINHA QUE ESTABILIZAR OS 3 SEG, AGORA NÃO TEM MAIS DIFERENÇA SENDO TUDO A MESMA COISA AGORA DEVERIA PELO MENOS MANTER O ADVERSARIO AO CHÃO DE QUALQUER MODO POIS LEVAR UM ADVERSARIO DE QUEDA JA NÃO É MOLE E TER QUE ESTABILIZAR 3 SEG AGORA QUE SO VAI TER BOMBADO CAMPEÃO DO ABSOLUTO COMO JA TEMOS NA ATUALIDADE, PRA MIM NOVIDADE SERIA EXAME ANTI DOPING AI QUERIA VER.

  6. Anibal Braga Braga at 4:56 pm

    Toda mudança tem como finalidade corrigir erros em sua regra anterior mais no caso da queda é discutível o que é uma queda o adversário é projetado perna pro ar faz um belo voo cai chapado com as costa no chão não reverte em nenhum contra golpe para poder justificar a não marcação de pontos e olha que este caso em que estou falando se encaixa poucas posições mais se levanta e da seguimento a luta no judô seria IPON no jiu jitsu eu deixo os entendidos decidirem pois eu já não estou entendendo mais nada no restante acho que seram bem vindas.

    • Jessica Fernandes Souza at 1:16 pm

      Concordo com Ursula Bitta Lima… mais vejo que com tantas mudanças… e mais mudanças nas regras!!! Não chegaremos muito longe com o nosso jiu-jitsu. Não vejo nenhuma necessidade de estar sempre mudando alguma coisa no jiu-jitsu, ele e considerado perfeito, pelo que ele é. Pra que mudar?¡ mais agora e lidar e com as mudanças e mais mudanças que pelo visto sempre vai acontecer.

  7. Vinicius Amaral GF Bjj at 7:02 pm

    ESSAS MUDANÇAS IRÃO MELHORAR MUITO PARA OS ATLETAS E O PUBLICO PRESENTE, ASSIM DEIXANDO UMA MAIOR TRANSPARECIA NO RESULTADO DA LUTA!

    UM ABRAÇO A TODOS>>>>>>

    OSSSUU

  8. Ronilson Silva at 7:09 pm

    Essas novas regras trazem como tudo o que é novo muita dúvida e discução.
    Quedas sendo obrigado estabilizar é meio que estranho. Vc derrubar jé é difícil agora ter que manter o cara estabilizado vai ser difícil de fazer se tratando de um seoi, tomoe nage e outras quedas que deixam o adversário um pouco distante de vc quando arremessado.
    Queda é queda e pronto na minha visão.
    Atletas com experiência comprovada e Wrestling é boa essa mudança só faltou incluir nessa mudança os atletas de Judô (faixa marrons em diante), atletas de luta livre, sambô, e outras lutas de combate agarrado. É muito injusto uma pessoa que inicio no jiu-jitsu como faixa branca lutar com esses profissionais de outras lutas. Eu vi no Campeonato Europeu de 2011 um atleta 4 Dan de judô e vice-campeão Olímpico pela Itália lutando de faixa branca.
    As faltas; acho que deveriam simplificar ainda mais.
    As outras mudanças são boas

  9. Leandro Paizano at 1:12 am

    Li algumas colocações dos companheiros abaixo e concordo que as mudanças são para a melhora do nosso esporte; mas pensemos, realmente se iniciamos uma projeção (queda) buscamos uma melhor colocação por cima, para um melhor domínio, e consequentemente um bom ataque. Desta forma, buscamos sempre a imobilização. Más realmente concordo com aqueles que preferem manter os pontos apenas ao aplicar a queda, pois quando a mesma não acontece ou melhor, acontece parcial, já é dado a vantagem. Penso que deixemos as imobilizações para o Judô, e deixemos o Jiu com seu dinamismo natural. (nada contra o Judô, pois adoro iniciar lutas com quedas). de qualquer forma, almenos seria conveniente dar a vantagem se a queda acontecer e a imobilização não.

    • Isaias Moraes at 4:00 pm

      verdade !!!! o negocio deve ser facilitar o trampo dos juizes pois eles voam no chão, etc dai vão ganhar só vantagem

  10. Gleison Aguiar at 6:48 pm

    A questao de estabilizar os 3 seg e porque tem muito judoca competindo e levando os 2 pontos na boa. Sou judoca de Raiz mas sempre adminrei o jiu jitsu por sua versalidade dentro do dojo.Mas regras são regras e bom para os que vivem na mesmisse de treinar só jiu jitsu em vez de buscar o judô pra complemer sua arte e versa.

  11. Dionizio Neto JJ at 2:36 am

    Realmente ter que estabilizar depois de uma queda é uma regra na contra-mão!
    penso que deveriam até aumentar os pontos de uma queda se ela fosse perfeitamente aplicada, com o adversário caindo de costas!
    E não o ter que estabilizar ainda 3 segundos…vai ser difícil ganhar 2 pontos de queda daqui para frente!

  12. Edson Lazaro at 12:47 pm

    Eu acho que o Jiu-Jitsu tem que mudar muito ainda para se tornar um esporte de elite. Concordo com o Fábio plenamente, do que adianta mudar a regra se não existe um anti doping confiável? Temos que nos esperar em esportes que se desenvolveram e se tornaram muito mais objetivos. Por exemplo o judô e o Wrestrling, são esportes lindos que o objetivo é claro e quando há amarração são punidos imediatamente. Eu queria ver mudanças que fazem o esporte evoluir e não essas mudanças para favorecerem os mais fortes. Quer ver o Jiu-Jitsu evoluir e se tornar um esporte olímpico, é só padronizar o tempo de luta entre todas as faixas. E estabelecer uma pontuação que quando serja alcançada seja como uma finalização. Jiu-Jitsu de quimono é uma pratica totalmente esportiva então porque não mudar pra melhorar com objetividade.

  13. Bob Lee at 1:36 pm

    "…A partir de 2013, atletas com experiência comprovada em Wrestling (Luta Olímpica) em nível universitário nos EUA e com carreira profissional no MMA não poderão se inscrever para competir na faixa-branca." Ao meu ver seria mais interessante então, aprimorar os movimentos de Wrestling na faixa branca, do que proibir. isso é RETROCEDER e não avançar.

  14. Edson Lazaro at 1:37 pm

    Bob Lee Exatamente, pow. imagina como seria bom para um faixa branca aprender pelo menos o básico de wrestrling. Isso acrescentaria e deixaria o esporte mais dinâmico.

  15. Joao Sousa at 12:53 am

    eu concordo com voce gleison no jiu jitsu tem muito judoca aproveitando dos pontos das quedas e essa mudança eu acho mais que bom porque o juduca ele não vai ganhar esses pontos tão facil assim, eu sou faixa azul jiu jitsu, lutei contra outra faixa azul só que ele era preta no judo e com essa mudança de estabilizar 3 segundos o judoca não vai gannhar esses pontos tão facil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *